Afrobeat: conheça tudo sobre o gênero africano que ganhou o Brasil e o mundo

Posted by Deezer | janeiro 14, 2022 | Música
afrobeat
afrobeat

O Afrobeat vai além dos ritmos africanos, conseguindo unir a arte à luta social e política enquanto acompanha a história e empodera quem o ouve – e também quem o produz. 

A construção desse gênero musical é um grande “tudo junto e misturado” criado na Nigéria, que rendeu um som muito especial e vem conquistando muitos corações desde os anos 60. 

O ritmo ultrapassou as fronteiras e se expandiu da África para o mundo, passando sua influência de geração em geração. 

Ficou curioso para saber mais sobre esse ritmo? Então vem comigo que neste post eu te conto tudo sobre o Afrobeat, desde a história até os melhores artistas do gênero! 

R$1,80 NOS DOIS PRIMEIROS MESES? É #SÓNADEEZER!

Afrobeat: entenda mais sobre o gênero musical

Para começar, vou compartilhar com você um pouco mais sobre a construção do Afrobeat e sua difusão ao redor do mundo, ok? Aqui você já vai entender um pouco mais da potência desse ritmo, então vamos lá!

História

A história do Afrobeat se entrelaça com a história do multi-instrumentista nigeriano Fela Kuti, responsável por criar o ritmo nos anos 60. O gênero musical é resultado de muitos testes e misturas produzidos pelo músico. 

Kuti passou um tempo em solos americanos, onde teve contato com o movimento Panteras Negras e também com Malcom-X. 

Quando voltou para a Nigéria, Kuti juntou tudo o que aprendeu durante a sua estadia nos Estados Unidos aos ritmos tradicionais africanos, criando um beat único e marcante, acompanhado por letras com foco social e político. Assim nasceu o Afrobeat.

O gênero segue a tradição de misturar ritmos até hoje e por isso os músicos mais jovens adicionam influências contemporâneas em suas composições, como a música eletrônica, por exemplo. 

Onde surgiu

O Afrobeat surgiu na África, mais especificamente na Nigéria, país de origem do fundador do ritmo, Fela Kuti. 

O gênero musical se espalhou pelo mundo e exerce influência sobre muitos artistas até hoje, inclusive músicos brasileiros. Nomes como Iza e Gilberto Gil se  inspiram na batida marcante do Afrobeat para criar suas composições. 

Características

O Afrobeat é uma mistura de ritmos com fortes influências de suas raízes africanas, por isso o gênero musical possui características únicas. 

Vou compartilhar algumas delas para que você conheça melhor a riqueza do ritmo:

  • O gênero é muito mais instrumental do que vocal. Normalmente, os vocais só aparecem depois de alguns minutos de música;
  • O Afrobeat mistura ritmos como jazz, high life, jazz e percussões africanas tradicionais;
  • Improvisos vocais são bastante comuns nas composições do Afrobeat;

Curiosidades

Eu adoro uma boa curiosidade sobre o universo musical e aposto que você também gosta, por isso não poderia deixar de trazer algumas informações especiais sobre o Afrobeat. Olha só:

  • O Brasil tem a primeira orquestra de Afrobeat formada 100% por mulheres e pessoas não-binárias negras. Não vou dar spoilers, mas falaremos mais sobre o grupo ainda neste post, então fique ligado!
  • Fela Kuti ganhou uma biografia, intitulada de “Fela – Esta Vida Puta”, e até um musical para contar a sua história, o “Fela!”, que recebeu três prêmios Tony. 
  • É muito comum encontrar faixas mais longas nesse ritmo. Para você ter ideia, algumas das composições mais conhecidas de Fela Kuti ultrapassam os 10 minutos. “No Agreement”, por exemplo, tem mais de 15 minutos de duração e projetos mais antigos do músico incluem faixas com mais de 20 minutos, como “Authority Stealing”, com 24:03 minutos de duração. 

Os principais nomes do Afrobeat no mundo

O Afrobeat tem grandes nomes da música, instrumentistas maravilhosos, compositores cheios de talento e muita gente boa envolvida por trás de toda a produção. 

Agora que eu já te apresentei a história do Afrobeat, chegou a hora de trazer os principais artistas desse gênero musical. Vem conhecer mais sobre eles:

Fela Kuti

Grande precursor do Afrobeat, Fela Kuti teve uma história e tanto não apenas no universo da música, mas também como ativista. 

Nascido na Nigéria em 1938, Kuti estudou música na Inglaterra e teve contato com diversas lutas políticas desde pequeno, o que impactou diretamente nas produções de suas composições. 

Kuti ficou conhecido como Black President e dizia que a música era a arma do futuro.  O multi-instrumentista faleceu em 1997 devido a complicações da AIDS, mas deixou sucessos como “Zombie”, “Expensive Shit” e “Let’s Start”. 

Ouça todos os sucessos de Kuti aqui:

Tony Allen

afrobeat tony allen

Tony Allen foi parceiro de Fela Kuti na criação do Afrobeat e atuou como baterista na banda Africa ‘70, ao lado de Kuti. Juntos, os músicos gravaram mais de 40 álbuns, dentre eles os icônicos Zombie e Gentleman.

O baterista nasceu em 1940, também na Nigéria, e começou a tocar aos 18 anos de maneira autodidata, o que já demonstra o grande talento do músico. 

Além da carreira ao lado de Kuti, Allen participou de diversos outros projetos ao longo da vida, inclusive com artistas brasileiro, como o álbum Alakorô, do trio Metá Metá.

Allen faleceu em 2020, aos 79 anos. 

Solte o play para ouvir todo o talento do baterista no álbum Rejoice, seu último projeto:

Seun Kuti e Egypt 80

Egypt 80 foi criada por Fela Kuti, mas após a morte do multi-instrumentista foi o seu filho caçula quem assumiu a banda. Seun Kuti acompanhava a carreira do pai desde pequeno e era o mascote nos palcos dos shows do grupo.

Kuti ocupou a posição de liderança na banda com apenas 14 anos, mas sempre deixou transparecer o grande talento e paixão pelo Afrobeat. 

Sem perder as raízes africanas, o cantor inovou suas composições acrescentando toques de hip hop , r&b, soul e música eletrônica. Isso tudo acompanhado por letras fortes com políticas e sociais. 

Ouça o último projeto lançado pelo músico:

Bixiga 70 

Formada em 2010 na cidade de São Paulo, a banda brasileira Bixiga 70 mistura elementos clássicos do afrobeat e ritmos latinos e gêneros musicais brasileiros , claro. 

Acumulando sucessos como “Alumiô”, “Ventania” e “Deixa a Gira Girá”, a banda instrumentalista mostra todo seu talento nas apresentações e chegou a figurar entre os melhores shows em uma pesquisa realizada pela Folha de S. Paulo em 2010. 

Dê play para curtir o trabalho do grupo:

Orquestra Funmilayo Afrobeat

Criado em 2019 pela cantora e saxofonista Stela Nesrine e pela trompetista Larissa Oliveira, o grupo paulistano Funmilayo Afrobeat Orquestra é formado integralmente por mulheres negras e pessoas não-binárias. 

O nome do grupo é uma homenagem à professora e ativista Funmilayo Anikulapo Kuti, mãe de Fela Kuti. São 11 musicistas incríveis trabalhando em conjunto para levar empoderamento através da música.

Conheça as composições do coletivo:

IFÁ

A banda IFÁ é mais um destaque brasileiro no ritmo Afrobeat. O grupo, criado em Salvador, traz o nome do oráculo africano na sigla que une Ijexá, Funk e Afrobeat. 

Em 2016, a banda baiana estreou seu primeiro single “Salva dor” como parte do álbum de lançamento, o Ijexá Funk Afrobeat. 

Antes deste projeto, os talentosos musicistas da IFÁ já haviam lançado o EP IFÁ Afrobeat + Okwei V Odili, em 2015. 

Solte o play e curta o som da banda:

Abeokuta

Com nome inspirado na cidade onde Fela Kuti nasceu, a banda pernambucana Abeokuta foi criada por Jedson Nobre, baixista do grupo, após um encontro do músico com o co-fundador do Afrobeat, Tony Allen. 

Com oito integrantes, a banda lançou seu primeiro EP em 2015. Intitulado de Agô, o projeto traz faixas que representam muito bem o afrobeat, como “Orunmilá” e “Mister Job”.

Ouça o EP completo:

Abayomy Afrobeat Orquestra

Criada em 2009, Abayomy é a primeira orquestra de Afrobeat brasileira. O nome é inspirado nas raízes africanas e significa “encontro feliz” em Iorubá.

Realmente, a junção desses 13 músicos cheios de talento é um encontro muito feliz e nos trouxe composições poderosas, como “Sensitiva”, “Eru” e “Abra sua Cabeça”. 

Veja o último lançamento do grupo: 

Burna Boy

Já viu esse nome na minha plataforma? Pois é, Burna Boy é um dos grandes nomes do Afrobeat no cenário musical atual e vem conquistando muita gente ao redor do mundo.

Nascido na Nigéria 1991, o cantor e compositor vem se destacando cada vez mais e já garantiu um Grammy em 2021 . Burna Boy ganhou como o melhor álbum de música global com o seu projeto Twice as Tall.

Esse sucesso contribui para o resgate da força do Afrobeat no cenário musical. 

Confira esse e outros sucessos do cantor na playlist abaixo:

Afrobeat: conheça os maiores sucessos

Já deu para perceber que o Afrobeat é um ritmo bem particular e com um groove delicioso, não é mesmo? Eu já te apresentei artistas cheios de talentos deste cenário musical, mas ainda quero indicar algumas faixas incríveis para você curtir mais o ritmo na minha plataforma.

Separei quatro músicas imperdíveis do Afrobeat para você. Vem escolher a sua favorita:

Fela Kuti – Water no get enemy

Eu não poderia começar essa lista com outro nome a não ser o do fundador do Afrobeat, não é mesmo? “Water no get enemy” é um dos grandes sucessos de Fela Kuti e traz um som inconfundível.

Kuti é conhecido por suas batidas mais marcantes, mas o multi-instrumentista trouxe uma composição mais melódica e vocais mais suaves para essa música. 

A canção é uma das faixas que fazem parte do lado B do álbum Expensive Shit, lançado em 1975.

Dê play em “Água não tem inimigo”:

Burna Boy – Like to Party

“Like to Party” foi o primeiro single de sucesso do cantor nigeriano Burna Boy e lhe rendeu reconhecimento internacional. Lançada em 2012, a faixa compõe o álbum de estreia do artista, intitulado L.I.F.E – Leaving an Impact for Eternity. 

O som é bem dançante e traz a mistura clássica de Burna Boy, que une o Afrobeat a ritmos como o reggae, pop e dancehall. 

O músico já está em seu sexto álbum e segue entregando composições incríveis que se juntam à “Like to Party” em sua lista de sucessos. 

Dê o play na agitada “Like to Party”:

Abayomy Afrobeat Orquestra – Malunguinho

“Malunguinho” é uma das faixas de maior sucesso do grupo Abayomy Afrobeat Orquestra e uma ótima escolha para conhecer esses 13 artistas incríveis, caso ainda não tenha feito isso. 

A canção se junta a outras grandes composições como “Eru”, “Obatalá” e “Emi Yaba” para compor o álbum Abayomy, lançado em 2012. 

As referências a Malunguinho, figura conhecida como rei da mata, podem ser notadas por toda a letra, como neste trecho:

“Salve a coroa do rei malunguinho

Mas ele é preto, ele é pretinho

Malunguinho da mata é rei”

Ouça a música completa:

IFÁ – Afrofunk Revolution

O nome marcante dessa faixa já diz muito sobre a potência da composição. “Afrofunk Revolution” ou “Revolução do Afrofunk”, na tradução para o português, faz parte do álbum Ifá Afrobeat + Okwei V. Odili. 

O instrumental inesquecível foi lançado em parceria com a cantora nigeriana Okwei Odili. 

Ouça a música aqui:

Ouça as melhores playlist de Afrobeat

É claro que a minha equipe reuniu muitos sucessos do Afrobeat em playlists exclusivas para você curtir muito por aí. Olha só essas dicas:

100% Fela Kuti

Uma playlist com todos os sucessos do criador do Afrobeat especialmente para você!

Afrobeats

A playlist Afrobeats é tudo o que você precisa para curtir toda a energia boa desse ritmo, solta o play:

Afrobeats Essentials

Tem também a Afrobeats Essentials, com as músicas essenciais que não podem faltar por aí:

Curta o Afrobeat na Deezer!

Gostou de conhecer melhor o Afrobeat? Eu adoro o ritmo e vou adorar ver você curtindo todas as músicas lá na minha plataforma, que tem a melhor qualidade de áudio para trazer a melhor experiência para você. 

Se cadastrar é muito simples e você encontra várias opções de planos no meu app, então aproveita para criar a sua conta e já aproveitar as minhas indicações do Afrobeat!

SE TE FALTAM PALAVRAS, “DIZ COM DEEZER”

Related Posts

marina sena
Posted by deezer | 18 janeiro 2022
Marina Sena é o nome que entrou recentemente para a nova geração da música pop brasileira. A cantora de voz...
TWICE
Posted by deezer | 18 janeiro 2022
Falar em grupo feminino coreano é falar de Twice! As nove integrantes foram unidas pela JYP Entertainment em 2015 e...
hinos evangelicos antigos
Posted by deezer | 14 janeiro 2022
A música tem o poder de nos conectar com Deus através de melodias que tocam nossas almas e revelam todo...