Bad Bunny: conheça história e sucessos do rapper

Posted by Deezer | outubro 8, 2022 | Música
A carreira de Bad Bunny

Afinal, quem é Bad Bunny, o rapper porto-riquenho que se tornou o artista mais ouvido no mundo? Se você também está com a curiosidade lá nas alturas para conhecer melhor esse fenômeno da música latina, vem comigo.

Neste artigo, vou te contar tudo sobre a discografia, maiores hits e curiosidades do “Coelhinho Mau”, dono de sucessos como “Soy Peor”, “Estamos Bien”, “Me Porto Bonito” e muito mais. Vamos lá?

PRIMEIRO MÊS GRÁTIS? É #SÓNADEEZER!

Bad Bunny antes da fama

Antes de se tornar um astro do pop, Benito Antonio Martinez Ocasio, o Bad Bunny, trabalhava como empacotador de compras em um supermercado em Vega Baja, em Porto Rico.

Ele nasceu  em 10 de março de 1994 e é filho de uma professora de inglês e de um caminhoneiro.

Na sua infância, suas maiores referências musicais eram os artistas da música latina. Sua mãe gostava de ritmos como merengue, salsa e outros gêneros da época.

Mas apesar das referências dos ritmos latinos, foi no trap – subgênero do rap, que Bad Bunny se encontrou.  Divulgando seu som na internet, não demorou muito para que ele conquistasse uma boa audiência.

Aos 19 anos, ele começou a lançar suas versões de trap em espanhol na plataforma Soundcloud, chamando a atenção de fãs e de gravadoras independentes e nomes grandes da indústria musical internacional.

Qual o significado do nome “Bad Bunny”?

Como te contei logo acima, Bad Bunny é o apelido adotado pelo Benito. A inspiração para o nome artístico veio de uma foto de infância do artista, em que ele foi obrigado a se vestir de coelhinho para um evento escolar.

A insatisfação ficou estampada na foto para sempre, pois Benito saiu com a maior cara amarrada. Ao rever a foto da infância, o cantor pensou que seria legal se chamar “Coelhinho Mau”.

A ideia é que, por ser um animal comum, as pessoas se lembrariam mais facilmente dele e de suas músicas. E no fim das contas ele estava certo, né?

De Porto Rico para o mundo: a carreira de Bad Bunny

Começar a postar suas produções de forma amadora na internet mudou a vida de Bad Bunny. Além de chamar atenção de fãs, o cantor também foi notado pelo DJ Luian e por Noah Assad, fundador da gravadora Rimas Entertainment, no qual ele faz parte desde 2016.

A partir disso, sua carreira entrou em ascensão, especialmente após o lançamento do single “Soy Peor”.

E com o sucesso vieram as parcerias com artistas reconhecidos, como Drake e a Cardi B, com hits que ficaram em primeiro e terceiro lugar na Billboard Hot 100.

Mesmo com o sucesso no pop norteamericano, Benito decidiu seguir firme cantando e compondo no seu idioma, reforçando também o seu sotaque porto-riquenho como forma de posicionamento pela sua identidade latina.

Em uma entrevista ao The Daily Show, ele disse ““Ninguém pede aos gringos que mudem. Isso é quem eu sou. Essa é a minha música. Essa é a minha cultura.”

Qual é o estilo musical de Bad Bunny?

O estilo musical de Bad Bunny

Bad Bunny começou na música como trapper, uma vertente do rap, mas também é um nome forte do pop e do reggaeton, sendo este um ritmo musical com raízes na música latina e caribenha.

Quantos álbuns tem Bad Bunny?

Desde 2016, após assinar com a gravadora Rimas Entertainment, o cantor já lançou cinco álbuns de estúdio, um extended play (EP) e diversos singles. Confira a discografia abaixo e salve para ouvir no meu app:

Os hits de Bad Bunny

A seguir, selecionei as melhores músicas para conhecer o reggaeton de Bad Bunny:

DÁKITI

DÁKITI” é uma faixa em parceria com Jhay Cortez. Perfeita para entrar na sua playlist de músicas latinas. Pode até ser um incentivo para quem deseja aprender um novo idioma enquanto se diverte, não é mesmo? 

Si estuviésemos juntos

“Y me pregunto

Qué hubiera pasado

Si estuviésemos juntos

Aún enamorados

Yeh yeh”

Direto de 2018, do primeiro álbum de Bad Bunny, ouça também “Si estuviésemos juntos”.

Soy Peor

Soy Peor” foi um dos primeiros hits de Bad Bunny que alavancou a carreira do cantor latino. Nessa faixa, fica bem claro as influências do trap em sua obra. 

“Sigue tu camino que sin ti me va mejor

Ahora tengo a otras que me lo hacen mejor

Si antes yo era un hijueputa, ahora soy peor

Ahora soy peor, ahora soy peor por ti”

Yo Perreo Sola

Yo Perreo Sola“, do álbum “YHLQMDLG” é um dos principais sucessos do cantor. Nela, o artista defende o direito das mulheres de “perrearem”, dançar um tipo de dança porto-riquenha em que as mulheres rebolam, sem serem assediadas. 

Nessa música e em outras, além de suas entrevistas, ele deixa claro seu apoio contra o machismo e defesa das mulheres contra qualquer tipo de violência.

Me Porto Bonito

Me Porto Bonito”, em parceria com Chencho Corleone, é um dos hits recentes da carreira de Bad Bunny, que faz parte do álbum “Un Verano Sin Ti”, que traz muito das influências porto-riquenhas do cantor.

“Y еn la calle, ando suelto

Pero, por ti, mе quito

Si tú me lo pides

Yo me porto bonito”

Feats de sucesso

Bad Bunny feat. Rosalía

Bad Bunny também já realizou algumas parcerias musicais de peso, com artistas como J Balvin, Cardi B, Drake, Daddy Yankee e Rosalía. Ouça também esses hits abaixo pelo meu app:

Bad Bunny nos cinemas

Além da carreira musical, Bad Bunny também está ganhando destaque por suas atuações. Em 2022, ele participou do filme “Trem-Bala” protagonizado por Brad Pitt e lá em 2018 fez uma participação na terceira temporada da série “Narcos – México” da Netflix com o personagem Everardo Arturo.

Mas os fãs já podem marcar na agenda uma nova data para rever o artista nas telonas. O rapper também foi anunciado como parte do universo da Marvel.

Ele interpretará o herói El Muerto, que faz parte do universo do Homem-Aranha, sendo o primeiro protagonista latino do universo Marvel a ganhar um filme próprio.

Além dos palcos e estúdios de gravação, Bad Bunny também tem outro passatempo curioso.

Fã de luta livre profissional, o artista também já lutou no ringue nas lutas promovidas pela WWE e se tornou o mais jovem do Campeonato 24/7, aos 26 anos.

O estilo de Bad Bunny

O estilo de Bad Bunny

Se você acompanha o Bad Bunny pelas redes sociais ou já viu suas apresentações em shows e videoclipes, já deve ter percebido que o cantor gosta de ousar no visual.

Uma das características mais marcantes no estilo de Benito é que ele gosta de misturar influências da moda que remetem ao skate, a cultura hip-hop e a cultura tropical.

Além disso, o cantor adora quebrar estereótipos de masculinidade, especialmente no cenário de artistas latinos. 

Saias, vestidos, unhas pintadas, acessórios e vários outros itens fashion entram para o seu estilo, sendo este um dos motivos de já ter sido considerado como “ícone da comunidade queer” pelo Ricky Martin.

Bad Bunny: cantor e ativista 

Sua expressividade vai além da estética no modo de se vestir. Embora se defina como hétero, o cantor também defende uma visão mais fluída da sexualidade e é defensor ativo dos direitos LGBTQIAP+.

Em entrevista ao LA Times, o cantor já disse o seguinte: “Não sei se em 20 anos vou gostar de um homem. Ninguém nunca sabe. No momento sou heterossexual, gosto de mulheres”, declarou ao LA Times.”

Em uma participação no “The Tonight Show”, apresentado por Jimmy Fallon, o cantor também usou sua voz e alcance para protestar sobre a morte de Alexa Negrón Luciano, uma mulher trans que foi assassinada em Porto Rico.

Principais playlists de Bad Bunny na Deezer

Ouça o melhor do trap e do reggaeton com as melhores playlists do Bad Bunny e outros artistas que você vai adorar conhecer.

100% Bad Bunny

Em “100% Bad Bunny”, você curte todos os principais hits da carreira do artista porto-riquenho e suas parcerias. Dê o play para conhecer o melhor de sua discografia!

Top Hits Internacionais 

Que tal uma playlist com as mais tops do momento? Aqui na playlist “Top Hits Internacionais” temos Bad Bunny, Rosalía, Lizzo, Post Malone, Nicki Minaj, Harry Styles e vários outros nomes do pop mundial.

Fuego Latino 

Já que estamos falando de um dos nomes de maior destaque na música latina, que tal seguir no ritmo de Bad Bunny e enaltecer outros artistas da cena? Salve “Fuego Latino” em suas favoritas.

Curta os sucessos de Bad Bunny na Deezer

Gostou de conhecer a trajetória de Bad Bunny? Tenho certeza que vocês ainda vão ouvir falar muito nesse nome, ein? 

Por isso, se fosse você, já baixava agora mesmo meu app para seguir o artista na minha plataforma para não perder nenhum single, parceria, álbum e conteúdos exclusivos que vem por aí. Até a próxima!

PRIMEIRO MÊS GRÁTIS? É #SÓNADEEZER!

Related Posts

Posted by deezer | 29 novembro 2022
Muitos de nós gostamos de apreciar uma boa música, mas há muito mais neste universo do que se encontra no...
Posted by deezer | 28 novembro 2022
Antes de mais nada, saiba que neste texto eu tomei a licença poética de chamar o Livro dos Recordes de...
Posted by deezer | 25 novembro 2022
Que tal relembrar clássicos e curtir os melhores musicais de todos os tempos? Nos palcos do teatro ou nas telinhas...