Cantoras Trans: confira os sucessos e as histórias dessas artistas

Posted by Deezer | dezembro 23, 2021 | Música, Uncategorized
cantoras-trans-linn-da-quebrada
cantoras-trans-linn-da-quebrada

A pluralidade artística brasileira é muito rica em gêneros musicais, mas também se destaca cada vez mais pelas vozes que trazem representatividade para a comunidade LGBTQIA + e outros grupos sociais.

Olha, faltam cores no arco-íris para representar o tanto de talentos que temos aqui no Brasil e também no cenário internacional.

E por falar em cores, nesse conteúdo, vou falar das artistas que levantam a bandeira das cores branco, azul e rosa: a bandeira trans.

Vem comigo conhecer mais sobre artistas como a Liniker, Linn da Quebrada, Urias, Pepita, Kim Petras e outras cantoras trans que estão fazendo muito sucesso no cenário nacional e internacional. 🏳️‍⚧️

R$1,80 NOS DOIS PRIMEIROS MESES? É #SÓNADEEZER!

Cantoras Trans: conheça as vozes mais potentes no Brasil e no mundo

Vamos conferir quem são as maiores cantoras trans do Brasil e do mundo? Então, olha só a lista que eu fiz pra vocês com as principais artistas disponíveis pra você ouvir agora mesmo no meu app:

Liniker

Hoje, Liniker é uma das vozes mais importantes da música brasileira, pelo seu talento incomparável e por ser uma das principais cantoras trans no cenário nacional que sempre levantou a bandeira da diversidade.

Essa artista, cantora, atriz e compositora de Araraquara, São Paulo, também nasceu em uma família de músicos.

Desde nova, demonstrava seu interesse em cantar, sempre muito influenciada pelas referências que ouvia em casa, ao ouvir desde cedo vários artistas do samba, samba-rock e do soul.

Apesar do talento desde cedo, foi só depois do contato com o teatro que Liniker realmente começou a se soltar e perder a timidez para subir aos palcos. 

Em 2015, Liniker ficou nacionalmente conhecida por sua carreira no grupo Liniker e os Caramelows, bombando com o single “Zero” de seu primeiro EP.

Em 2021, a cantora lançou sua carreira solo com o álbum Indigo Borboleta Anil, que conta com grandes participações, como a presença de Milton Nascimento e Tassia Reis.

Sou fã demais e recomendo que você ouça tanto o trabalho da Liniker ao lado do grupo como também na carreira solo. 

Você vai se apaixonar ainda mais pela música brasileira e as influências que Liniker traz do soul e do black music.

Linn da Quebrada

Já a Linn da Quebrada, além de atriz e ativista, é cantora e compositora e está entre as artistas mais relevantes do cenário brasileiro atual.

O sucesso e o reconhecimento vieram principalmente por conta da qualidade de suas letras, que tensionam verdades, causando atrito e tocando em tabus para desconstruir estereótipos com um estilo mordaz e sarcástico.

Linn começou a sua carreira como performer, mas logo começou a compor músicas autorais. A primeira faixa que fez em sua carreira foi “Envaidescer”, que já fez com que ela conquistasse diversos fãs ao redor do país.

Até agora, ela lançou dois álbuns, Pajubá, de 2017, que faz referência ao “dicionário LGBTQIA+”, e Trava Línguas, de 2021, que dá continuidade ao trabalho de 2017.

São por esses motivos e por tantos outros que eu amo as músicas da Linn da Quebrada. Se você ainda não conhece o trabalho dela, então não perca tempo e aperte o play abaixo:

Pepita

Priscila Nogueira, conhecida como Mulher Pepita ou apenas Pepita, é uma das cantoras trans mais famosas e queridas do Brasil, tanto pelo seu talento na música como por sua personalidade única, que consegue reunir uma verdadeira legião de fãs nas redes sociais, todos prontos para ouvir a palavra de Pepita.

Além de cantora, Pepita é dançarina, compositora e famosa pelo seu ativismo em prol da comunidade LGBTQIA +. 

Ela ganhou bastante notoriedade por ser uma das primeiras funkeiras trans do Brasil com alcance nacional.

Em 2014, Pepita viralizou dançando na internet e o sucesso explodiu. Pouco depois, ela lançou seu primeiro EP com o nome “Grandona pra Caralho”, referência a um dos seus bordões que a artista ressignificou, já que ouvia esses comentários em relação ao seu corpo.

Além de conferir os grandes hits de Pepita no meu app, também indico ouvir a playlist Orgulho LGBTQ+ por Pepita, uma seleção feita pela própria cantora com seus artistas preferidos que também estão representando a comunidade LGBTQIA +. 

Majur

Majur é cantora e artista que gosta de se aventurar pelo R&B e pela MPB. Suas músicas normalmente abordam questões como relações afetivas e empoderamento.

Ela nasceu no bairro do Uruguai, em Salvador, Bahia, e seu pai abandonou a família quando a cantora tinha apenas 3 anos de idade.

Para se sustentar, Majur e sua mãe trabalhavam catando material reciclável até a cantora completar 6 anos de idade.

Pouco antes, com 5 anos, ela começou a cantar na Orquestra Sinfônica da Juventude de Salvador e, em 2008, chegou à final do Festival Anual de Canção Estudantil, uma iniciativa que era promovida pelo Ministério da Educação.

Mas mesmo assim, a carreira na música foi começar somente em 2016, quando ela montou uma banda com outros 5 músicos para tocar nas noites de Salvador.

A partir disso, Majur lançou o seu primeiro trabalho em 2018, o EP Colorir, que contava com 3 faixas.

Em 2019, ela fez uma colaboração com Emicida e Pabllo Vittar no single “AmarElo” e, em 2021, lançou o seu álbum de estréia, Ojunifé, que arrancou diversos elogios da crítica e dos fãs ao redor do Brasil.

E aí? Ficou com vontade de conferir o trabalho da Majur? Então dê o play abaixo:

Urias

Se você é uma pessoa antenada e que está sempre de olho nos artistas que estão surgindo, já deve conhecer Urias, uma cantora e modelo trans que está roubando a cena.

Urias nasceu e cresceu em Uberlândia, em Minas Gerais, e sempre teve uma relação com a moda, arte e o backstage de palcos. Antes de começar sua carreira na música, Urias já trabalhou como modelo de passarela para desfiles importantes como o SPFW.

Por um tempo, Urias também trabalhou como assistente pessoal de sua amiga e inspiração na música, Pabllo Vittar. Aos poucos, começou a dar seus primeiros passos para soltar a voz, começando com a gravação de covers e versões de artistas que admirava.

Em 2019, a cantora lançou seu primeiro EP, intitulado Urias, com destaque muito grande para o single “Diaba”, que teve uma ótima repercussão.

Em 2020, Urias lançou seu segundo EP, chamado Fúria PT1, além de vários singles.

Você pode conferir o som poderoso de Urias no meu app.

Kim Petras

Kim Petras é uma das cantoras trans internacionais mais relevantes do momento e um dos detalhes mais interessantes é que todas as suas publicações são independentes, feitas pelo seu próprio selo, a BunHead Records.

Petras nasceu na Alemanha, mas especificamente em Colônia, na Renânia do Norte-Vestfália, sob o gênero masculino.

Mas desde que tinha 2 anos de idade, a cantora já insistia para sua família que era uma menina e não um menino.

Seus pais achavam que isso era só uma “fase”, mas durante a adolescência, Kim confirmou que era uma mulher trans.

No começo, a família não aceitou muito bem, mas depois de ir a diversos hospitais, a família aceitou a sua transexualidade e ela pode começar um tratamento hormonal ainda jovem.

Com apenas 14 anos, Petras ganhou notoriedade mundial por conta da sua identidade de gênero, logo após participar de diversos programas de televisão e lutar para que, quando fizesse 16 anos, pudesse fazer sua cirurgia de redesignação sexual.

A carreira dela na música, porém, começou em 2008 e 2009, quando a cantora lançou uma série de singles pela Joyce Records, dentre eles “Fade Away”, “Last Forever”, “Die For You” e “Boomerang”.

Na mesma época, ela lançou o seu primeiro EP, One Piece of Tape, sob o selo independente Bionic Ballroom.

Ao longo dos próximos anos, ela lançou mais singles e foi consolidando a sua carreira como cantora até lançar o seu álbum de estreia, Clarity, em 2019.

Desde então, a cantora vem conquistando fãs ao redor do mundo e levantando a causa trans com muito ativismo e canções maravilhosas.

Confira as principais canções da Kim Petras no player abaixo:

Anohni

Anohni é uma cantora e compositora trans inglesa, nascida em Sussex, no Reino Unido. A artista é uma das cantoras trans de grande destaque no cenário internacional, conhecida bastante por ter sido líder da banda de art pop Antony and The Johnsons.

Em uma entrevista para a revista Flavorwire, em 2014, Anohni falou sobre sua transgeneridade ao declarar que prefere que as pessoas se refiram a ela sempre pelos pronomes femininos, já que se identifica como uma mulher trans. 

Em sua fala, ela trouxe o seguinte posicionamento.

“Na minha vida pessoal eu prefiro ‘ela’. Acho que palavras são importantes. Chamar uma pessoa pelo seu gênero escolhido é honrar o seu espírito, a sua vida e contribuição. ‘Ele’ é um pronome invisível para mim, me nega.”

Você pode conferir todo o trabalho da Anohni no meu app, basta dar o play!

Laura Jane Grace

Laura Jane Grace é uma cantora que ficou bastante conhecida como vocalista, guitarrista e fundadora da banda de punk rock Against Me!.

Laura também é líder da banda Laura Jane Grace & The Devouring Mothers, um projeto solo que a cantora iniciou no ano de 2016. Ela ficou muito conhecida também por ser uma das primeiras artistas de punk rock de sucesso a se declarar uma mulher trans.

Desde 2012, quando trouxe para o público sua transgeneridade, Laura se tornou uma embaixadora e ativista pela causa. 

Já fez também parcerias com grandes nomes da música pop, cantando ao lado de Miley Cyrus e da cantora Joan Jett para arrecadar fundos para apoiar pessoas em situação de rua  da comunidade LGTBQIA +.

Confira o trabalho de Laura Jane Grace no meu app.

Conheça os grandes sucessos de cantoras trans: aumente o volume!

Ouça os grandes sucessos das cantoras trans que apresentei na lista acima e outras cantoras trans que você vai adorar conhecer. Dê o play e aproveite!

  1. Uma canção para você – As Baías
  2. Baby 95 – Liniker
  3. Bixa Preta – Linn da Quebrada 
  4. Rainha de Copas – Majur e Liniker
  5. Waya – Titica
  6. Chama a Beleza – Pepita
  7. Diaba – Urias
  8. Coconuts – Kim Petras
  9. Androgynous – Laura Jane Grace, Miley Cyrus e Joan Jett
  10. Deu Match – A MAIA

Confira as melhores playlists com cantoras trans

Separei três playlists incríveis para você continuar acompanhando os sucessos das principais cantoras trans brasileiras e de outros artistas que fazem parte da comunidade LGBTQIA+. Vem comigo! 

Orgulho LGBTQ+ 10s

A playlist Orgulho LGBTQ+ 10s traz os maiores hits cantados por artistas da comunidade produzidos nos anos 2010.

Nela, você vai encontrar várias cantoras trans, como Pepita, Linn da Quebrada, Urias, Danny Bond, As Baías, Majur, Liniker, A Travestis e muitas outras!

E além das cantoras trans, também tem muitos artistas da comunidade LGBTQIA+, como Pabllo Vittar, Lia Clark, Aretuza Lovi, Gloria Groove, Banda Uó, Kika Boom, Mateus Carrilho, Rico Dalasam, Johnny Hooker e muito mais!

Confira a playlist Orgulho LGBTQ+ 10s no player abaixo:

Queer Brasil

Já a playlist Queer Brasil traz as principais novidades dos artistas LGBTQIA+ em uma seleção mais do que especial!

Nela, você vai encontrar diversas cantoras trans, como Danny Bond, A Travestis, Liniker, Urias, A Maia e muitas outras.

Além disso, também há a presença massiva de outros artistas LGBTQIA+, como Johnny Hooker, Pabllo Vittar, Getúlio Abelha, Gloria Groove, Quebrada Queer, Nick Cruz, Alana Fox, Lia Clark, Gui Lima e muito mais!

Confira a playlist Queer Brasil no player abaixo:

Orgulho LGBTQ+

Por fim, eu quero deixar vocês com a playlist Orgulho LGBTQ+, que traz os artistas que representam o orgulho LGBTQIA+ de diversas formas.

Nela, você vai encontrar artistas como Linn da Quebrada, Liniker, Gloria Groove, LUDMILLA, Pabllo Vittar, Johnny Hooker, Jup do Bairro, Boombeat, Nick Cruz, As Baías, Rebecca, Karol Conká, Kika Boom, Danny Bond e muito mais!

Confira a playlist Orgulho LGBTQ+ no player abaixo:

Essa foi a minha lista de cantoras trans para você conhecer, enaltecer e ouvir sempre no repeat, sempre que quiser no meu app, seja no on ou no off.

E aí, curtiu? Para continuar ouvindo as melhores playlists com cantores que representam o orgulho LGBTQIA+ e que são vozes muito importantes para a representatividade e diversidade na música, acesse o meu canal Cultura Queer e aproveite. 

SE TE FALTAM PALAVRAS, “DIZ COM DEEZER”

Related Posts

marina sena
Posted by deezer | 18 janeiro 2022
Marina Sena é o nome que entrou recentemente para a nova geração da música pop brasileira. A cantora de voz...
TWICE
Posted by deezer | 18 janeiro 2022
Falar em grupo feminino coreano é falar de Twice! As nove integrantes foram unidas pela JYP Entertainment em 2015 e...
afrobeat
Posted by deezer | 14 janeiro 2022
O Afrobeat vai além dos ritmos africanos, conseguindo unir a arte à luta social e política enquanto acompanha a história...