Dia Mundial do Rock: por que é celebrado em 13 de julho?

Posted by gsoutello | julho 30, 2021 | Música
dia-mundial-do-rock-historia

O Dia Mundial do Rock é uma data muito importante tanto para relembrarmos as origens desse gênero musical, quanto para celebrar a carreira de novos artistas, que estão começando no mercado e têm muita coisa a dizer.

E como o rock é um estilo musical completo, existe uma variedade de bandas e cantores e histórias que nem todo mundo conhece.

Quer saber mais sobre a história do Dia Mundial do Rock? Então leia o texto a seguir!

Quando é comemorado o Dia Mundial do Rock?    H2

O Dia Mundial do Rock é celebrado no dia 13 Julho e, apesar de ter o nome, a data não é bem Mundia, já que só é comemorada no Brasil, onde as rádios de rock do país comemoram a data desde 1990. Ou seja, o Dia Mundial do Rock é Brasileiro!

Qual é a origem da data?

O Dia do Rock é comemorado em 13 de Julho porque foi o mesmo dia do Live Aid, um megaevento mundial com vários shows simultâneos que contou com a presença de grandes artistas, como B. B. King, Madonna, Paul McCartney, U2 e, é claro, Queen.

A apresentação, realizada em 1985, de Freddie Mercury nesse show foi tão marcante para os fãs da banda que foi recriada no cinebiografia do grupo “Bohemian Rapsody”.

Entretanto, o que faz com que a data se relacione com o dia do rock é o fato de que Phil Collins, em uma de suas aparições, sugeriu de maneira despretenciosa que o dia 13 de Julho fosse considerado do Dia Mundial do Rock.

Levando em conta que foi o maior dos eventos globais de rock até hoje (estima-se quase tenha tido cerca de 2 bilhões de espectadores e em mais de 100 países ao mesmo tempo).

Se você quiser ouvir essa apresentação histórica com a melhor qualidade de áudio do mercado, é só clicar no link abaixo:

Por que o Dia Mundial do Rock é comemorado apenas no Brasil?

dia-mundial-do-rock-por-que-so-no-brasil

Porque o Live Aid foi um evento que teve um impacto muito mais marcante no Brasil do que em outros países e eles sugerem outras datas que seriam mais significativas para a história do rock e que, portanto, seriam os “verdadeiros” dias do Rock.

Uma delas é o dia 5 de julho, que faz referência à data em que Elvis gravou That ‘s All Right, que coincidentemente, também é a data em que os Beatles se apresentaram pela primeira vez nos EUA.

Eu, particularmente, prefiro o Dia Mundial do Rock no dia 13 de Julho, pois faz referência a um evento que teve muito mais pluralidade de artistas, contanto desde com bandas mais pesadas, como Black Sabbath, até artistas do Blues, como B. B. King, e do pop, como a Madona.

Qual é a importância da comemoração do Dia Mundial do Rock?

O Dia Mundial do Rock é um dia comemorativo que visa manter o gênero musical vivo e sempre interessante. É uma forma de dar visibilidade a artistas do gênero que tiveram contribuições muito importantes e interessantes para a história do Rock e do Mundo.

Isso porque, além de estrelas, muitos dos músicos e bandas do gênero tiveram impacto político no mundo, seja trazendo mensagens de união e anti-guerra ou através das opiniões ou carreiras das artistas por trás dos principais hits da época.

E, além disso, é uma data para se comemorar! Hoje, com a pandemia, ainda não podemos frequentar shows, entretanto, logo mais poderemos e o Dia Mundial do Rock é um dia para ser comemorado justamente com novo Rock sendo produzido e tocado.

Dia Mundial do Rock: As 12 principais bandas e cantores do gênero musical

dia-mundial-do-rock

Como dia do Rock é sobre celebrar a história do Rock Nacional e Internacional, eu fiz uma pequena lista com os principais artistas nacionais e internacionais e a sua importância para a história do gênero:

Internacionais

Veja a lista com alguns dos artistas mais importantes da história do Rock internacional:

1. Sister Rosetta Tharp

Você sabia que o rock foi inventado por uma mulher preta?

Sister Rosetta Tharpe, uma cantora, compositora e guitarrista gospel, é considerada por muitos a verdadeira rainha do rock, pois, ao olharmos para a história, ela realmente foi a precursora do gênero.

Suas músicas alcançaram muita popularidade na década de 1930 e eram caracterizadas por serem uma mistura de música única, letras espirituais e guitarra elétrica.

Ou seja, além de ter sido criado por uma mulher preta, o Rock também é Gospel!

2. Elvis Presley

Por outro lado, há quem considere que o verdadeiro “rei” do rock se chama Elvis Presley. 

Eles não estão de todo errados, pois ele foi um artista produzido pelo produtor Sam Phillips, que queria levar o som da música afro-americana para um público mais amplo.

Então Elvis começou a sua carreira em 1954, atingindo o sucesso já com seu primeiro single, “Heartbreak Hotel”, lançado em janeiro de 1956 e sucesso número 1 nos Estados Unidos.

3. The Beatles

Os “The” Beatles são mais do que uma banda, são um fenômeno. São considerados por muitos estudiosos da música como os primeiros artistas pop da história.

Sua importância para o rock, entretanto, vai muito além do que muitos imaginam. Além de serem símbolos da contracultura e terem tido um impacto político no mundo, suas músicas ajudaram a fundar subgêneros do rock como o metal.

Sim, Helter Skelter, canção escrita por Paul McCartney, assim como “You Really Got me Now” do The Who, são consideradas até hoje formas de “proto-metal”, ou metal antes do metal.

4. Black Sabbath

Os reis do Heavy Metal, Black Sabbath foi formada em 1968, em Birmingham, pelo guitarrista e principal compositor Tommy Iommi.

A banda passou por diversas reformulações e já contou com a presença de vários vocalistas, como Ozzy Osbourne e Dio.

Dentre as suas principais composições, podemos destacar “War Pigs”, “Paranoid”, “Heaven and Hell” e muitas outras verdadeiras clássicas do gênero.

5. Pink Floyd

Pink Floyd, por outro lado, representa um lado do rock que é menos barulhento e mais viajado, com canções psicodélicas, longas e contemplativas que são tão característicos do rock progressivo.

Assim como Sabbath, a banda já teve mais de uma formação, sendo que os primeiros discos foram compostos com Syd Barrett nos vocais principais, sendo que ele foi substituído por David Gilmour em 1967.

Enquanto a época de Barrett se caracteriza pelo rock psicodélico e frenético, com a entrada de Gilmour as músicas se tornaram mais progressivas, dando origem a clássicos como The Wall e Dark Side of the Moon.

6. Queen

Não poderia ficar de fora da lista de maiores artistas do Rock Internacional a banda Queen, a banda de Freddie Mercury e Brian May, que tem hits que marcaram a história do rock como Bohemian Rhapsody, We Will Rock You e I Want to Break Free.

Destaque para “I Want to Break Free”, música que meio sem querer (Freddy Mercury deu inúmeras entrevistas negando a relação) acabou virando um grito das causas LGBTQIA+.

Nacionais

O Rock Nacional também tem sua história e ela é tão rica quanto a internacional, com diversos artistas, bandas e movimentos que se entrelaçam em uma cultura rica e diversa. 

Confira algumas das principais bandas e artistas do Rock Nacional:

1. Raul Seixas

O músico baiano Raul Seixas, também conhecido como Maluco Beleza é um cantor e compositor que só pode ser descrito como genial.

Suas letras são muito marcantes até hoje e muitas delas foram escritas com o escritor Paulo Coelho, que é considerado até hoje o autor brasileiro mais vendido no mundo.

Destaque para canções como “Gita”, “Tente Outra Vez”, “Metamorfose Ambulante” e “Ouro de Tolo”.

2. Rita Lee

Rita Lee pode ser considerada a rainha do rock nacional muito por conta da sua carreira com Os Mutantes, mas também por conta da sua própria trajetória.

Com Os Mutantes, lançou músicas como “Ando Meio Desligado”, “Panis et Circenses”, “Baby” e “(2001) Dois Mil e Um”.

O rock da banda misturava elementos típicos nacionais em uma mistura rica com o rock e com o pop internacional, participando também do movimento da Tropicália.

Entretanto, a carreira de Rita Lee supera a de Os Mutantes, sendo que ela lançou verdadeiros clássicos como “Amor e Sexo”, “Mania de Você”, “Lança Perfume”, “Erva Venenosa (Poison Ivy)” e “Ovelha Negra”.

3. Tim Maia

Tim Maia começou na música tocando bateria na igreja próxima a sua casa, passando para o violão logo em seguida.

Em 1957, fundou o The Sputniks, grupo do qual participaram Roberto Carlos, Arlênio Silva, Edson Trindade e Wellington.

Seu disco Racional Vol. 1, apesar de ter mais influência do funk e do soul, também são muito psicodélicos e o seu tempo longe das drogas refletiu na qualidade de sua voz.

4. Roberto Carlos

Roberto Carlos, por sua vez, considerado por muitos como o Rei, tem uma carreira muito vasta, que vai desde o rock dos anos 60 até um rock mais gospel.

Começou sua carreira no The Sputniks, com Tim Maia, e em 1965 começou a apresentar o programa “Jovem Guarda” aos domingos, na TV Record.

Sua carreira conta com clássicos do Gospel, como “Jesus Cristo” e músicas românticas, como “Como é Grande o Meu Amor Por Você”, “Eu te Darei o Céu” e tantas outras.

5. Legião Urbana

Formada em Brasília, no Distrito Federal, por Renato Russo e Marcelo Bonfá, Legião Urbana é um marco do rock dos anos 80, com canções políticas, como “Pais e Filhos”, “Índios” e clássicos como “Que País é Esse?” e “Faroeste Caboclo”.

Também é uma banda que carrega consigo a bandeira LGBTQIA+, já que Renato Russo era assumidamente gay e morreu por consequências da AIDS em 1996.

6. Pitty

Pitty lançou muitos clássicos nos anos 2000, como “Na Sua Estante”, “Admirável Chip Novo”, “Equalize” e “Máscara”.

Já tocou com Rita Lee na música “Esse Tal de Roque Enrow”, em 2004, lançou o disco “Matriz ao Vivo na Bahia”, em que tocaram as músicas do último álbum, “Matriz”.

Recentemente, a cantora e compositora baiana lançou o single “Tempo de Brincar”.

Principais clássicos do Rock nacional e internacional – Década de 50 a 2000

dia-mundial-do-rock-classicos

Confira a seguir uma lista com clássicos do Rock nacional e internacional que contempla músicas que vão dos anos 1950 aos anos 2000.

Internacionais

É difícil fazer uma seleção dessas, mas veja a seguir algumas das minhas favoritas:

  • Jonhy B. Good – Chuck Berry: é uma das canções mais populares dos anos 60 o seu riff de abertura é essencialmente uma cópia de “Ain’t That Just Like a Woman”, de Carl Hongan.
  • Piece of my Heart – Janis Joplin: Janis Joplin era uma cantora incrível. O jeito que ela se entregava e parecia expelir música do corpo todo era lindo.
  • War Pigs – Black Sabbath: é a primeira música do primeiro disco da banda “Paranoid”, e a letra e os riffs demoníacos de Tommy Iommi são de cair o queixo.

Menções honrosas:

Nacionais 

Escolher músicas que são clássicos do rock Nacional também não é fácil, entretanto, confira algumas que eu gosto bastante:

  • Que Beleza – Tim Maia: os solos de guitarra fazem dessa uma das melhores músicas de toda a carreira de Tim Maia.
  • Admirável Chip Novo – Pitty: simples e direta, a música chama a atenção por usar somente frases nos afirmativos e eu adoro fazer isso. Por falar nisso: assine a Deezer!
  • Metamorfose Ambulante – Raul Seixas: é uma música que representa a vida do cantor mais do que qualquer outra, por isso merece um destaque especial.

Menções honrosas:

  • Eu te darei o céu meu bem – Roberto Carlos    
  • Ando Meio Desligado – Mutantes    
  • Que Beleza – Tim Maia
  • Faroeste Caboclo – Legião Urbana    
  • Meu Erro – Paralamas do Sucesso    
  • Zóio de Lula – Charlie Brown Jr    
  • Admirável Chip Novo – Pitty    

Como aproveitar o Melhor do Rock com a Deezer

Você pode aproveitar o melhor do dia mundial do rock em alta definição e com a melhor qualidade de áudio no mercado comigo!

Eu tenho um canal de rock com playlists para todos os gostos e idades, inclusive, também tenho um canal também dedicado somente ao Rock Gospel.

E aí? Gostou do texto? Conta pra gente nos comentários e não deixe de assinar a Deezer para aproveitar o melhor que o mundo da música pode te oferecer!

Related Posts

bossa-nova
Posted by gsoutello | 26 setembro 2021
A Bossa Nova, depois do Samba, é provavelmente o estilo musical brasileiro mais conhecido no exterior. Criado no final dos...
Posted by mdantas | 17 setembro 2021
Além de criar sequências de músicas que só você sabe combinar, as Playlists são uma forma de juntar as favoritas...
podcast-feministas
Posted by gsoutello | 15 setembro 2021
Olha, não é por nada não, mas arrisco dizer que realmente chegamos lá. Estamos no ano do podcast e muito...