Filmes musicais: conheça a história dos grandes clássicos

Posted by Deezer | dezembro 8, 2021 | Música
filmes musicais
filmes musicais

Desde que o cinema começou a aliar imagem e som e os filmes mudos foram deixados para trás, os filmes musicais começaram a fazer sucesso e continuam cativando corações e cantando histórias maravilhosas até hoje.

Só de falar em filmes musicais você já deve ter lembrado de alguns, como Grease – Nos Tempos da Brilhantina, Cantando na Chuva e Chicago, por exemplo.

Isso sem falar nos famosos musicais da Disney, como Aladdin, A Bela e a Fera, A Pequena Sereia, O Rei Leão, Moanna e Frozen, só para dar alguns exemplos.

Nos últimos anos, porém, uma onda de cinebiografias de artistas que marcaram época, como Elton John (Rocketman) e o Queen (Bohemian Rhapsody) começaram a ser feitas.

Por isso, hoje eu vou te levar em uma viagem pelo mundo dos filmes musicais e te mostrar algumas playlists disponíveis na minha plataforma para você cantar junto as músicas do seu filme favorito! Bora dar o play?

R$1,80 NOS DOIS PRIMEIROS MESES? É #SÓNADEEZER!

O que são filmes musicais?

Os filmes musicais são um estilo de filme no qual a narrativa se apoia sobre uma sequência de músicas coreografadas, utilizando música, canções e coreografia como uma narrativa predominante ou exclusivamente.

Por esse motivo, o filme musical não é exatamente um gênero de filmes, mas sim uma forma, ou, na língua inglesa, um gênero de estilo, como documentários, curtas, etc., mesmo que ambos sejam confundidos e exista serva controvérsia.

Ou seja, em outras palavras, um filme musical apenas significa que os personagens cantam e dançam canções originais ou adaptadas.

Por isso, o filme musical não precisa ter um gênero específico. Existem musicais de comédia, como Yesterday, de drama, como Os Miseráveis, de fantasia, como Cinderela e até mesmo musicais de horror, como A Pequena Loja de Horrores, Rocky Horror Picture Show e Sweeney Todd – O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet.

Filmes musicais: conheça a história desse gênero

Os filmes musicais nasceram no teatro. Desde a Grécia antiga, os artistas do teatro já faziam colaborações entre o teatro e a música.

O caráter performático de executar atuação e canto ao mesmo tempo exigia um nível de interpretação dramática tanto dos músicos quanto dos atores em palco.

A própria palavra “orquestra” significava, na Grécia antiga, o “espaço entre o público e a cena”. Ou seja, ali eram feitas as evoluções do coro, responsável pela condução narrativa.

No final do século XVI, em Florença, surgiu um tipo de interpretação que deu origem à ópera, um dos grandes gêneros musicais da cultura européia.

Em contraposição ao elitismo das óperas, que ficavam concentradas com as classes superiores, no início do século XVIII inúmeros movimentos começaram a surgir e buscar maior simplicidade, comodidade e adequação à realidade popular às peças.

Essas obras, chamadas de burlesco, ópera-bufa e operetta começaram a fazer um sucesso estrondoso e podemos dizer que é o que temos de mais próximo daquela época com o musical que conhecemos hoje através do cinema.

Anos depois, com mais de 30 anos de cinema, em 1927, nasce o primeiro filme com trilha sonora gravada e sincronizada: O Cantor de Jazz.

Imediatamente após o lançamento do filme, que foi um sucesso, os produtores de Hollywood começaram a apostar cada vez mais no gênero, dando início a uma verdadeira infinidade de filmes musicais feitos durante as décadas seguintes.

Grandes clássicos

Foi nessa época que clássicos como Cantando na Chuva, Gigi, Amor, Sublime Amor, A Noviça Rebelde, Mary Poppins e My Fair Lady surgiram.

Ao mesmo tempo, Walt Disney apostou na mistura do gênero com a animação, lançando seus primeiros filmes musicais, como Pinóquio, A Branca de Neve e Dumbo.

Simultaneamente, na década de 1950, o fenômeno Elvis Presley também teve um grande impacto no cinema musical, com muitos lançamentos estrelados pelo rei do rock.

Essa época ficou conhecida como A Era de Ouro dos filmes musicais e não é por acaso. Vários clássicos do gênero de estilo nasceram a prosperaram nessa época, como vimos acima.

Depois da era de Ouro, na virada para os anos 1970, os musicais começaram a deixar de gerar tanto interesse no grande público e caíram de popularidade. 

Mesmo sem a mesma força das décadas anteriores, os filmes musicais continuaram a ser produzidos e vários clássicos e reinvenções do gênero, como Grease – Nos Tempos da Brilhantina e Rocky Horror Picture Show, nasceram.

Na década de 1980, produções como Fama, Dirty Dancing e Flashdance marcaram época. Nos anos 1990, foi a vez da Disney se reinventar e trazer clássicos como A Pequena Sereia, A Bela e a Fera, Aladdin e O Rei Leão.

Na década de 2000, outros clássicos modernos começaram a ser produzidos, muitos se inspirando nas origens dos musicais enquanto gênero burlesque, como Moulin Rouge, e outros relembrando o cinema, como é o caso de Chicago.

De qualquer maneira, o filme musical é um estilo que vai ficar para sempre marcado na história do cinema e que vai continuar sendo produzido e gerando clássicos, pois o cinema é assim.

Filmes musicais: uma viagem pelas décadas

Agora que você já conhece um pouco mais sobre a história dos filmes musicais, eu quero trazer uma lista com alguns filmes do gênero que mais marcaram cada uma das décadas do cinema. Confira:

O Mágico de Oz (1939)

O Mágico de Oz é considerado um dos melhores filmes de todos os tempos e isso não é a toa: além de ser um dos primeiros filmes a cores da história do cinema, a história clássica continua a cativar o coração das crianças até hoje.

O filme conta a história de Dorothy Gale, uma menina de 12 anos que vive na fazenda de seus tios e seu cachorrinho, o Totó.

Um dia, um tornado atinge a fazenda onde Dorothy vive, arrancando a casa do chão com ela dentro e levando a casa para o Mundo Mágico de Oz.

Querendo voltar para casa, ela deve seguir por uma estrada de ouro e vai fazendo amizade com os seus clássicos companheiros, o Homem de Lata, o Espantalho e o Leão Covarde em busca do Mágico de Oz, o único capaz de fazer Dorothy Voltar para casa.

E aí? Ficou curioso pra ver o filme? Então dá uma olhada na trilha sonora abaixo:

Copacabana (1947)

Já Copacabana é um filme de comédia musical estrelado por ninguém mais, ninguém menos do que a primeira diva brasileira, Carmen Miranda!

O filme conta a história de um casal, Lionel (Groucho Marx) e Carmen (Carmen Miranda), que tem 24 horas para pagar uma conta de hotel.

Lionel começa a se posar como um agente teatral e convence um produtor a levar sua esposa Carmen para um teste no Club Copacabana.

Quando o produtor pergunta se ele não possui outros artistas sob contrato, ele diz que vai trazer Fifi, finda de Paris, que nada mais é do que a mesma Carmen em um papel duplo.

Assim, os dois conseguem enganar o produtor e ganhar mais tempo para pagar as contas em uma comédia divertida e engraçada até hoje.

Ficou com vontade de ouvir o filme? Então escute “Tico-tico no Fubá”, de Carmem Miranda, que toca no filme, no player abaixo:

Cantando na Chuva (1952)

Cantando na Chuva, nosso representante da década de 1950, também é considerado um dos melhores filmes de todos os tempos e é um musical que busca retratar a própria história do cinema e suas transformações ao longo dos anos.

O filme conta a história de Don Lockwood e Lina Lamont, dois dos astros mais famosos da época do cinema mudo em Hollywood.

Apesar de serem grandes atores renomados, o cinema falado chega para mudar totalmente a situação de ambos no mundo da fama.

Tanto Don, quanto Lina precisam superar suas dificuldades com esse novo modo de atuação para conseguir a fama conquistada ao longo dos anos.

É um filme divertidíssimo para quem está buscando um bom musical e também uma viagem para o mundo por trás das telonas.

Ouça a trilha sonora original de Cantando na Chuva no player abaixo:

A Noviça Rebelde (1965)

filmes musicais a noviça rebelde

Coincidência ou não, A Noviça Rebelde é outro filme aqui da lista que também é considerado pelos especialistas como um dos melhores de todos os tempos.

O filme se passa no final dos anos 1930, pouco antes da Segunda Guerra Mundial, e cona a história de uma noviça que vive em um convento.

Apesar de gostar de sua vida ali, ela não consegue se adaptar às regras religiosas e vai trabalhar como governanta de um capitão viúvo com sete filhos e leva a alegria novamente a aquela residência.

Confira a trilha sonora original do filme no player abaixo:

Um Violinista no Telhado (1970)

Um Violinista no Telhado é um musical adaptado do teatro que conta a história de uma comunidade judaica que vive pacificamente ao lado de uma comunidade cristã.

O leitero da comunidade então decide casar suas duas filhas em um casamento arranjado, mas as duas não se sentem satisfeitas com os pretendentes e o pai é levao ao limite quando uma de suas filhas decide se casar com um não-judeu.

Nessa situação de conflito, o Czar da Rússia, local onde se passa o filme, decide expulsar todos os judeus da região, o que faz com que a família seja condenada ao exílio e dispersão.

Apesar de ser um filme que conta uma história triste, as atuações e as músicas tornam todo esse processo divertido e em uma forma de conhecer a história de uma maneira diferente.

Confira a trilha sonora original do filme no player abaixo:

Grease – Nos Tempos da Brilhantina (1980)

Grease – Nos Tempos da Brilhantina é um dos filmes mais clássicos dos anos 1980, tanto por conta da sua trilha sonora, que marcou época, quanto por conta da história, que cativou fãs que discutem o filme até hoje.

O filme conta a história de uma boa moça, Sandy, e um garoto metido, Danny, que se apaixonam e aproveitam um verão inesquecível na praia.

Porém, quando eles voltam às aulas, descobrem que frequentam a mesma escola. Enquanto Danny lidera a gangue dos T-Birds, um grupo que gosta de jaquetas de couro e muito gel no cabelo, Sandy passa o seu tempo com as Pink Ladies.

Quando os dois se reúnem novamente, Sandy percebe que Danny não é o mesmo por quem se apaixonou e ambos precisam mudar se ainda quiserem ficar juntos.

E aí? Ficou com vontade de conhecer esse clássico dos anos 1980? Então escute a trilha sonora original no player abaixo:

O Rei Leão (1994)

O Rei Leão é o filme favorito de muita gente que nasceu nos anos 1990 e não é por menos: o filme tem uma trilha sonora envolvente, uma animação muito bem feita e uma trilha sonora com músicas compostas por ninguém mais, ninguém menos do que Sir. Elton John.

O filme conta a história de Simba, um leãozinho traído e exilado de seu reino que precisa descobrir como crescer para retomar o seu destino como herdeiro real nas planícies da savana africana.

Ouça a trilha sonora original do filme no player abaixo:

Moulin Rouge (2001)

Já Moulin Rouge é um filme que remonta um pouco da história do musical enquanto estilo teatral, já que remonta muitos elementos do burlesco para contar uma história de amor.

O filme conta a história do poeta Christian, que, idealista e inocente, se vê seduzido pelo fantástico e obscuro submundo de uma boate de Paris, a Moulin Rouge.

Nesse glamuroso refúgio de sexo, drogas e farra, ele acaba se apaixonando por Satin, a estrela da casa, e vai ter de lutar para conquistar seu coração.

Confira a trilha sonora original do filme no player abaixo:

La La Land (2016)

Por fim, chegamos a La La Land, o nosso representante da década de 2010, e que foi tão elogiado que chegou bem perto de receber o Oscar por Melhor Filme.

O longa conta a história do pianista Sebastian, que conhece a atriz Mia, e os dois se apaixonam perdidamente um pelo outro.

Em busca de oportunidades para suas carreiras, os jovens tentam conciliar o seu relacionamento amoroso enquanto perseguem a fama e o sucesso.

Confira a trilha sonora original do filme no player abaixo:

Relembre as músicas dos seus filmes musicais favoritos na Deezer

O melhor lugar para se lembrar das principais faixas dos seus filmes musicais favoritos com certeza é no meu aplicativo.

Isso porque, além de possuir a melhor qualidade de áudio do mercado, eu também conto com uma curadoria especializada, que vai te fornecer playlists atualizadas com todas as novidades da música e do cinema.

Por isso, veja os planos disponíveis na minha plataforma, escolha aquele que mais se encaixa com o seu momento e ouça suas faixas favoritas sem anúncios! Valeu pela leitura, pessoal!

SE TE FALTAM PALAVRAS, “DIZ COM DEEZER”

Related Posts

Posted by deezer | 25 novembro 2022
Que tal relembrar clássicos e curtir os melhores musicais de todos os tempos? Nos palcos do teatro ou nas telinhas...
Posted by deezer | 23 novembro 2022
Quais são as suas músicas para reels preferidas? Se esse papo ainda não saiu na sua roda de amigos(as), algo...
Posted by deezer | 18 novembro 2022
Você tem alguma ideia sobre quais são os maiores festivais de música do mundo? Certamente, o Rock in Rio será...