Gêneros musicais brasileiros: conheça os principais e seus artistas

Posted by gsoutello | novembro 3, 2021 | Música
generos musicais brasileiros
generos musicais brasileiros

Existem muitos gêneros musicais brasileiros e cada um deles tem uma história e revelou artistas importantes para a história da música e para história do Brasil.

Gêneros como o Samba, Pagode, Música Sertaneja, Bossa Nova, MPB, Funk, Axé, Brega, Piseiro e Maracatu, por exemplo, são tipicamente brasileiros.

No texto de hoje, eu vou tentar abordar os principais, mas como tem muita coisa pra contar sobre cada gênero, alguns vão ficar de fora.

Mas não se preocupe! No futuro, eu vou vir aqui fazer um update no artigo para incluir mais gêneros musicais brasileiros nessa lista.

Leia o texto a seguir e veja alguns dos principais gêneros musicais brasileiros, suas histórias e os principais artistas que marcaram época.

R$1,80 NOS DOIS PRIMEIROS MESES? É #SÓNADEEZER!

Quais são os gêneros musicais brasileiros?

A música brasileira é muito rica. Diversos ritmos e estilos nasceram no Brasil e muitos deles se expandiram e conquistaram o mundo.

Confira a seguir os principais gêneros musicais brasileiros:

Samba

O samba é um gênero tão brasileiro que está até no meme “This represents Brazil more than soccer and samba”.

A sua história se mistura com a história do Brasil de diversas maneiras e gerou vertentes e mais vertentes, como a Bossa Nova, o pagode e muitos outros, o que faz com que ele seja muito popular até hoje  e uma parte da identidade nacional brasileira.

O samba nasceu nos terreiros da Bahia,por volta do início do século XIX, com muita influência africana nas rodas de capoeira e das celebrações religiosas.

Algum tempo depois, o samba desembarcou no Rio de Janeiro, que, na época, era o epicentro do Brasil e a capital do Império.

O problema é que, por ter nascido no Brasil Império, com a população negra e dentro das religiões de matriz africana, o gênero foi muito estigmatizado durante o período do seu surgimento, já que se trata de um período muito marcado pela escravidão.

Por esse motivo, ele só foi se popularizar e começar a ser valorizado no começo do século XX, quando surgiram o Samba do Estácio e as primeiras escolas de samba.

Alguns anos depois, na década de 1930, as gravadoras começaram a se interessar no potencial financeiro de gravações do gênero, pois elas eram muito populares nas rádios, o que fez o samba se popularizar ainda mais, tomando conta do Brasil.

Dentre os grandes compositores e artistas deste período, não posso deixar de citar Cartola, Ary Barroso, Ataulfo Alves, Braguinha, Lamartine Babo, Noel Rosa, Aracy de Almeida, Marília Batista e Carmen Miranda. 

Depois disso, o gênero foi se transformando e dando origem a diversas vertentes. Algumas delas são o samba-choro, o samba enredo, o samba-exaltação, o samba-de-terreiro, o samba de breque, a Bossa Nova e o pagode.

Desses, um dos meus favoritos é o samba de breque, pois ele se aproxima, em certa medida, ao jazz, do blues e ao rap, já que os cantores do gênero iam fazendo comentários improvisados conforme a banda ia tocando de maneira também improvisada.

A partir dos anos 1970, o pagode surgiu com o Fundo de Quintal e o samba passou por diversas transformações e revelou artistas históricos como Alcione, Jovelina Pérola Negra, Zeca Pagodinho e muitos outros. 

O pagode, por sua vez, também passou por diversas transformações e influenciou no surgimento de outros estilos como o pagode baiano, que você pode ouvir nesta playlist:

Ouça o meu Canal de Samba e Pagode e tenha acesso às melhores playlists de samba, que são feitas com uma curadoria especial que só eu ofereço.

Você vai poder ouvir desde playlists que mostram o que há de mais novo sendo produzido no samba com playlists como Samba, Sim Senhor, Pagodelícia e sub-gêneros como o samba de breque, o pagode, o pagofunk, o pagonejo, o partido alto e o samba-funk.

Sertanejo

quais são os generos musicais brasileiros

O Sertanejo também é um dos gêneros musicais brasileiros mais antigos e que começou a ser produzido na época das primeiras gravadoras, por volta dos anos 1920.

No começo de tudo, as canções eram conhecidas como música caipira e,feitas por artistas do meio rural e urbano, as letras falavam do modo de vida do homem do interior, assim como a beleza das paisagens bucólicas do campo.

Dessa época, eu não posso deixar de falar de artistas como Cornélio Pires, Ariovaldo Alves, Cabocla Tereza, Alvarenga e Ranchinho, Vieira e Vieirinha e Tonico e Tinoco.

Depois desse período, o sertanejo passou por uma fase de transição, muito marcada pela experimentação de Léo Canhoto e Robertinho, que começaram a incorporar muitos elementos do Country e dos Estados Unidos nas músicas.

A introdução desses novos instrumentos, como o teclado, por exemplo, fez com que o sertanejo passasse por grandes transformações.

Não só as guitarras se tornaram mais populares, como o uso de instrumentos de sopro, como o trompete e o trombone, por exemplo, pudessem ser implementados mais facilmente nas músicas, revelando artistas como Milionário e José Rico.

Outra vertente da época foi o sertanejo romântico, que começou a incrementar com a guitarra, se aproximando mais do Country e do Rock do início dos anos 1950.

Contudo, o sertanejo romântico só foi estourar mesmo no começo dos anos 1980, quando artistas como Chitãozinho & Xororó, Zezé Di Camargo & Luciano, Leandro & Leonardo, Rionegro & Solimões e outros.

Por fim, no início dos anos 2000, nasce o sertanejo universitário, que vem muito inspirado no sertanejo romântico, mas incorporando elementos do pop.

Daí nascem nomes como César Menotti & Fabiano, Bruno & Marrone, Gusttavo Lima, Jorge & Mateus, Henrique & Juliano, Maiara & Maraísa, Marília Mendonça, Simone & Simaria e muito mais.

Ouça o melhor do gênero no meu Canal de Sertanejo e ouça o que há de mais novo no Radar Sertanejo, as mais ouvidas no Top 50 Sertanejo e outras playlists, como Sertanejo Apaixonado, Forronejo, Sertanejo Acustico, Sertanejo Raiz, Sertanejo Anos 2000.

Forró

O forró é um nome utilizado para descrever diferentes estilos musicais, como o xote, o baião, o arrasta-pé e o xaxado que são muito populares em festas de forró.

Dentro do universo das festas de forró, existe também o gênero Forró, que foi criado por Luiz Gonzaga em 1958.

Na década de 1970, o forró passou por uma modernização, que passou a utilizar a bateria de forma sutil, revelando artistas como o Trio Nordestino, Os 3 do Nordeste e Genival Lacerda.

No final da década de 1990 e início dos anos 2000, as músicas de forró de serra que, por sua vez, fizeram surgir um estilo chamado forró universitário, o forró romântico, o forrocore, o forró de favela e o piseiro.

Por isso, são tantas bandas e nomes que mesmo citando nomes e mais nomes, ainda vai ficar faltando gente, quer apostar quanto?

Mesmo assim, só pra te dar um gostinho da quantidade de artistas que você vai ouvir nos meus Canal de Forró, vou citar o máximo de nomes que eu conseguir lembrar.

Luiz Gonzaga, Dominguinhos, Jackson do Pandeiro, Chiquinha Gonzaga, Luís Peixoto, Manuel Queirós, Xerém, Marinês, Calcinha Preta, Cavalo de Pau, Magníficos, Cavaleiros do Forró, Limão com Mel, Mastruz com Leite, Wesley Safadão, Raimundos, Zé Vaqueiro, Aviões do Forró.

Ouça o meu Canal de Forró, nele, você vai poder ouvir as mais Estouradas do Forró no Top 50 Forró, por exemplo, além de outras playlists feitas com uma curadoria especial, como a Forronejo, Pisadinha & Paredão, Forró Romântico e Forró das Antigas.

Bossa Nova

principais generos musicais brasileiros

A Bossa Nova foi um movimento de renovação do samba que surgiu na Zona Sul do Rio de Janeiro no final da década de 1950 e buscava ser uma simplificação extrema da batida do samba, ou um samba minimalista, por assim dizer.

A ideia era retirar, do samba das escolas de samba, quase todos os elementos que compõem suas batidas, sendo conservado apenas o tamborim e uma execução mais improvisada que tirou muita influência do jazz.

Por isso as músicas da Bossa Nova são quase sempre cantadas baixinho, como se o artista estivesse sussurrando e os temas costumam falar sobre as belezas do cotidiano.

Diversos artistas nasceram da Bossa Nova, como Tom Jobim, Elizeth Cardoso, João Gilberto e muitos outros.

O ritmo cresceu e se tornou muito popular no mundo todo, em especial com a música “Garota de Ipanema” de Tom Jobim.

No meu aplicativo, você encontra diversas playlists de Bossa Nova, como a Best of Bossa Nova, Ao Som da Bossa Nova, Bossa Nova Dinner e outras.

Ah, e vale lembrar que a Billie Eilish lançou a canção “Billie Bossa Nova” em seu último álbum, Happier Than Ever (2021), que também vale uma conferida!

MPB

Já a Música Popular Brasileira, a MPB é um gênero musical bastante vasto e com vários subgêneros que nasceu como uma espécie de resposta à Bossa Nova, que estava começando a perder popularidade em meados dos anos 1960.

Além de um gênero musical, a MPB foi um movimento artístico, cultural e político da época que surgiu em um momento de ebulição da contracultura e que era bem crítico ao governo militar e trazia não só canções sobre o cotidiano, mas canções de protesto.

Diversos artistas surgiram nessa época, como Rita Lee, Maria Bethânia, Gal Costa, Caetano Veloso, Chico Buarque, Gilberto Gil, Milton Nascimento e bandas como Os Novos Baianos, Os Mutantes e Secos e Molhados.

Desde o seu surgimento, a MPB gerou várias vertentes, como a Tropicália e a Jovem Guarda, que revelou artistas como Roberto Carlos, Wanderléa, Wanusa, Ronnie Von, Erasmo Carlos e outros.

A ideia por trás da MPB é a de encontrar uma identidade de som que seja brasileira, utilizando-se tanto de instrumentos típicos e tradicionais do Brasil como influências do exterior para encontrar um som único. É, como diria o D2, a procura pela batida perfeita. 

Se você quiser ouvir o melhor da música popular brasileira na playlist Toca MPB!, que conta com artistas como Roberta de Sá, Marisa Monte, Mallu Magalhães, Maria Bethânia, Ney Matogrosso, Liniker, Preta Gil, Gaby Amarantos, Alceu Valença, ANAVITÓRIA e muito mais.

Funk

Por fim, o Funk ou Funk Carioca é um gênero musical nascido nas favelas do estado do Rio de Janeiro e é diferente do funk originário dos Estados Unidos.

Ele nasceu nos anos 1970 nos chamados bailes da pesada, nos quais DJ ‘s como Big Boy e Ademir Lemos.

Nos anos 1980, quando as rádios começaram a dar espaço a artistas como Stevie B, Corell DJ, começam a surgir os melôs e gravações de cantores de funk melody.

Com o aumento de raps e melôs gravados em português, na década de 1990, diversos artistas como MC Marcinho, MC Coiote, MC Batata, Claudinho & Buchecha e DJ Marlboro surgiram.

Nos anos 2000, os bailes funk foram regulamentados e em 2001 o grupo de pagode É o Tchan gravou um álbum dedicado ao gênero, produzido por DJ Memê.

A partir daí, o funk passou por diversas transformações e se misturou com outros gêneros influenciado estilos ao redor do Brasil e dando origem a novos ritmos como a pisadinha, o funknejo, o trap funk, pagofunk e muitos outros.

Acesse o meu Canal de Funk e ouça o melhor do funk em playlists como O Melhor do Funk 2020, Funkadão, Funk Consciente,  Só no Pagofunk, Beat Trap Funk e Funk Nejo antigas 

Descubra mais sobre os gêneros musicais brasileiros com os Deezer Originals

Faça o seu cadastro no meu aplicativo e se aprofunde ainda mais na história dos gêneros musicais brasileiros através dos meus conteúdos exclusivos: os meus Deezer Originals.

Eu tenho as Playlists Faixa a Faixa, por exemplo, em que eu convido os artistas para comentarem sobre seus mais novos lançamentos e já  lancei com vários dos artistas que foram citados neste texto, mas a variedade de conteúdo exclusivo não para por aí.

Também tenho um catálogo de podcasts exclusivos e dedicados a falar de música, como o Pop Story e o Essenciais, que são apresentados pelo Zeca Camargo.

SE TE FALTAM PALAVRAS, “DIZ COM DEEZER”

Related Posts

trilha sonora de filmes
Posted by deezer | 26 novembro 2021
A trilha sonora de filmes é uma parte essencial de qualquer longa, porque a música ajuda a trazer ainda mais...
mc hariel
Posted by deezer | 24 novembro 2021
O MC Hariel realmente é uma “haridade” no mundo da música. Com apenas 23 anos, o cantor já é um...
fernandinho
Posted by deezer | 23 novembro 2021
O Fernandinho com certeza é um dos nomes mais importantes da música cristã contemporânea e as suas músicas têm tocado...