Quem é Linn da Quebrada? Conheça a história da artista e os seus maiores sucessos

Posted by Deezer | maio 26, 2022 | Música
quem é linn da quebrada?
quem é linn da quebrada?

Um dos grandes nomes da edição do BBB 22 e segunda trans a participar do programa, Linn da Quebrada é uma “agitadora musical”, como gosta de falar, bastante conhecida pelas suas músicas, mas também por outras formas de arte.

Muito antes de entrar no maior reality show do Brasil, ela já tinha sua carreira musical em curso, através de discos como Pajubá e Trava Línguas, além de ser um grande nome da comunidade LGBTQIA+ no País.

E como ela é um grande nome do momento, não podia deixar de aparecer no meu blog. Se você está interessado em conhecer quem é Linn da Quebrada, preparei esse conteúdo para te apresentar melhor Lina. Vem comigo!

R$1,80 NOS DOIS PRIMEIROS MESES? É #SÓNADEEZER!

Linn da Quebrada: conheça sua história

No auge da sua fama pós BBB, Linn da Quebrada é uma artista LGBTQIA+ com uma história de mais de 30 anos para contar.

Como ela mesmo disse, ela é uma grande exceção. “A grande maioria das travestis não tem a possibilidade de trabalhar, de atuar, de ter dignidade na sociedade”. Linn da Quebrada vai contra a corrente do sistema.

Além de cantora, é compositora, atriz e, claro, uma ativista social de extrema importância. Por isso, vou te apresentar um pouco melhor sobre ela a partir de agora!

Vida pessoal

Quem é Linn da Quebrada? Lina Pereira dos Santos nasceu dia 18 de julho de 1990, na Zona Leste da cidade de São Paulo (SP). No entanto, foi criada no interior na cidade de Votuporanga.

Boa parte da sua juventude foi dentro da religião Testemunha de Jeová, o que fez com que ela acreditasse que a homossexulidade era errada. Com o tempo, ao entender-se como LGBT, ela passou a sofrer preconceito tanto da família como da comunidade religiosa. 

Ao se identificar como travesti, abandonou a religião e resolveu voltar para a cidade de São Paulo. Foi nessa época que começou a se aproximar da arte, se apresentando em boates e bares da região.

Em 2014, Linn da Quebrada teve um câncer nos testículos e precisou começar um tratamento. Foram três anos de quimioterapia, se curando da doença em 2017.

Carreira musical

Como te disse, a carreira de Lina começou através das performances que realizava em bares. Sua primeira música autoral foi lançada em 2016, através do Youtube, com o nome “Enviadescer”.

O sucesso da canção fez com que ela se lançasse, de fato, na carreira musical através do nome artístico MC Linn da Quebrada. Um tempo depois, parou de usar o prefixo MC. No mesmo ano, ela também lançou canções como “Bixa Preta” e “Mulher”. 

Seu sucesso fez com que ela fosse a vários programas televisivos e adentrasse outras formas de arte.

O público gostou tanto das suas músicas que em pouco tempo ela já embarcou na sua primeira turnê nacional “Bixarya”, durante 2016 e 2017.

Como era uma artista independente, a artista precisou de apoio, por meio de um crowdfunding, para lançar o seu álbum de estreia, chamado “Pajubá”, em 2017

Além de vários singles e participações, Linn também lançou seu segundo álbum, “Trava Línguas”, em 2021, através da gravadora Altafonte.

Linn da Quebrada para além da música

linn da quebrada além da música

Apesar de ter começado sua carreira artística pela música, Linn da Quebrada é uma agitadora cultural que tem múltiplas facetas. A seguir, vou te falar um pouco mais sobre outras participações dela para além das canções!

Corpo Elétrico

O primeiro trabalho de Linn nas telas foi através de no filme “Corpo Elétrico” do cineasta Marcelo Caetano e protagonizado por Kelner Macedo. 

Em seu papel, Lina interpreta Simplesmente Pantera, uma travesti que busca aproveitar a vida. Apesar de ser um papel secundário, ela recebeu diversos elogios por sua atuação, marcando seu começo no cinema.

Sequestro Relâmpago

Outra participação de Linn da Quebrada foi no filme “Sequestro” Relâmpago, logo depois do primeiro filme que participou, no papel coadjuvante de Marilda. O suspense é protagonizado por Marina Ruy Barbosa e Daniel Rocha.

Documentário BixaTravesty

Além de documentários como “Meu Corpo é Político” e “Abrindo o Armário”, a sua principal participação nesse gênero cinematográfico foi no documentário BixaTravesty, dirigido por Claudia Priscilla e Kiko Goifman.

O longa gira em torno da luta pela construção da identidade, a desconstrução de estereótipos de gênero, tendo como foco a transfobia e o racismo. O material intercala entre apresentações e reflexões de Linn.

Segunda Chamada

Já nas séries, uma das suas grandes atuações se deu na série “Segunda Chamada”, lançada em 2019 pela Globo. Protagonizada por Débora Bloch, o drama explora as dificuldades enfrentadas dentro do sistema público de educação. 

Linn da Quebrada dá vida à personagem Natasha, uma aluna travesti que sofre bastante preconceitos.

Manhãs de Setembro

Além de “Segunda Chamada”, a atriz também faz uma participação especial na série “Manhãs de Setembro”, produzida pelo streaming Amazon Prime. 

A série conta a história de Cassandra, uma mulher trans que sonha em ser cover da cantora Vanusa, sendo protagonizada por Liniker. Linn da Quebrada faz o papel de Pedrita, mulher trans e amiga da personagem principal, de quem é muito amiga também na vida real.

TransMissão

Linn não é só atriz, mas também apresentadora. Ela comanda o talk show “TransMissão”,  exibido no Canal Brasil, junto com sua amiga e cantora Jup do Bairro. Ao lado de Jup, Linn entrevista diversos convidados, trazendo covnersas  sobre gênero, sexo e raça.

Linn da Quebrada no BBB22

A participação mais importante e de maior fama de Linn foi no BBB 22. Ela foi a segunda trans a participar do programa, ganhando uma visibilidade nacional muito maior, visto que é o reality show mais visto do País.

Além de ser histórica, sua presença foi muito importante para trazer a pauta a respeito da transsexualidade, principalmente em relação aos pronomes. Ela ficou no programa até o dia 10 de abril de 2022, no qual foi a 12ª eliminada do BBB.com 77,6% dos votos.

Prêmios de Linn da Quebrada

prêmios da Linn

A carreira artística de Lina é marcada por diversas indicações e premiações. A seguir, vou mostrar quais foram elas.

Sua primeira indicação foi no ano de 2017, no prêmio SIM, para a categoria Novo Talento, no entanto, não ganhou.  Em 2018, entretanto, venceu todas as premiações que fez parte.

Ela foi indicada pelo documentário BixaTravesty e venceu em diferentes categorias de premiações como Festival de Brasília, Festival Internacional de Cinema de Berlim, Festival Mix Milano, New York’s LGBT Film Festival e Festival Internacional de Cinema de Toronto. 

Em 2020, novamente, ganhou Melhor Roteiro de Longa-metragem de Documentário para esse documentário na premiação no Prêmio ABRA de Roteiro.

Além desses prêmios, foi indicada pela sua atuação em “Segunda Chamada”, em 2019, em premiações como Prêmio F5 e Prêmio Orgulho, o qual venceu.

Mais recentemente, em 2021, foi indicada e venceu o Prêmio Arcanjo de Cultura, na categoria de TV Streaming, pela sua participação especial em “Manhãs de Setembro”.

Discografia da Linn da Quebrada

Agora chegou o momento de te apresentar os dois álbuns de estúdio que Lina já produziu. A artista explora os gêneros musicais como pop, rap, hip hop e funk carioca.

Pajubá

Seu primeiro álbum de estúdio foi “Pajubá”, em 2017. O disco de estréia recebeu elogios da crítica por quebrar barreiras no cenário do rap nacional. São composições marcadas pelo forte discurso político, como é o caso de “Bomba Pra C*  e “Bixa Travesty”. 

O conceito pajubá reside em uma série de palavras que tem sua origem no nagô e no iorubá, sendo uma apropriação linguística das travestis.

Outras faixas do álbum são bem explícitas, de teor sexual e, com certeza, muita subversão. O álbum conta com diversas participações, como é o caso de artistas como Glória Groove, Pepita e Liniker, outras artistas LGBTQIA+.

Aproveite para conhecer essa grande obra da cantora!

Trava Línguas

O segundo álbum e mais recente da Lina é o Trava Línguas, lançado em 2021.O nome é uma referência ao hábito da cantora de fazer trocadilhos com diversas palavras nas suas canções. 

Algumas das faixas mais que reforçam esse trava línguas é “I Míssil” e “Quem soul eu?”. Essa produção musical, sem dúvidas, marca uma nova fase da artista no mercado musical, uma das sonoridades bastante explorada é a música eletrônica.

As canções falam tanto de autoconhecimento e ancestralidade como de preconceitos sociais, como é o caso da transfobia, do machismo e do racismo. 

Nesse disco, aparecem artistas como BADSISTA (responsável pela produção do álbum), Ventura Profana e Luísa Nascim. Se não ouviu, está na hora de descobrir esse álbum da Lina no meu app!

Linn da Quebrada: escute seus maiores sucessos

sucessos da Linn

E como toda boa artista, não podia faltar os sucessos da Lina. A seguir, vou te apresentar os principais hits da cantora. Vem comigo!

Enviadescer

Para abrir, não poderia ser uma canção diferente. Foi ela quem permitiu toda a carreira de Lina, sendo sua primeira música lançada um sucesso. 

Em “Enviadescer”, neologismo da artista, ela canta sobre os estereótipos impostos para as pessoas LGBTQIA+ e fala do orgulho da feminilidade.

O versos cantam: “Eu gosto mesmo é das bichas, das que são afeminadas / Das que mostram muita pele, rebolam, saem maquiadas/ Eu vou falar mais devagar pra ver se consegue entender/Se tu quiser ficar comigo, boy / Vai ter que enviadescer”.

Bixa preta

Outra canção de muito sucesso é “Bixa Preta”, também lançada em 2016. A canção é um grande posicionamento contra a violência que experimenta diariamente. 

“Bixa estranha, louca, preta, da favela / Quando ela tá passando, todos riem da cara dela/ Mas se liga, macho / Presta muita atenção / Senta e observa a tua destruição” são as primeiras frases da música. Muito forte, né?

A canção também tem uma parte 2, lançada em 2020, que é com a sua cantora e parceira musical, Jup do Bairro. Dá uma escutada nas duas!

Bomba para C*

Mais uma das músicas políticas da Lina de 2016 foi a intitulada “Bomba para C*”. A música, no estilo funk, é uma grande crítica ao sistema.

 “Bomba pra c*, bala de borracha / Censura, fratura exposta, fatura da viatura / Que não atura pobre, preta, revoltada / Sem vergonha, sem justiça, tem medo de nós / Não suporto a ameaça dessa raça.” A música também está no álbum Pajubá. Se liga no som!

Sereia A

Em parceria com Liniker, sua grande amiga, ela lançou a música “Serei A”, que também faz parte de Pajubá. Essa é uma das várias canções com trocadilhos, marca registrada da cantora.

“Sereia do asfalto /Rainha do Luar / Entrega o seu corpo / Somente a quem possa carregar (…) Mas não se esqueça / Levante a cabeça / Aconteça o que aconteça / O que aconteça, aconteça / Continue a navegar / Continue a travecar.”

A canção também foi uma das inspirações para seu emoji no BBB22, que foi uma sereia. Ouça esse som no álbum Pajubá.

mEnorme

O trocadilho com a palavra menor deu origem à “mEnorme”, canção com BADSISTA e Boss In Drama. É uma música bem leve e intimista, diferente das suas canções até aqui.  

Aproveite para conhecer!

Oração

Outro single muito forte é “Oração”, como um hino para a comunidade LGBTQIA+, principalmente para mulheres trans, e conta com a participação de artistas como Urias e Liniker.

A canção é uma espécie de coral. O videoclipe também é super especial. Ele reúne todas essas mulheres e dá um tom de esperança para uma realidade, muitas vezes, violenta. Há uma história de união, de força e de resistência que une todas elas. 

Descubra o poder dessa música no meu app!

Quem soul eu?  

Linn da Quebrada - quem soul eu?

Já um dos sucessos do seu segundo álbum é “quem soul eu?”, mais um trocadilho da artista. A música é um grande ode ao autoconhecimento. 

“Eu canto, eu penso, eu danço/ Eu sento, eu sinto / Eu canto, eu penso, eu danço/ E aqui faço/ Me movo, morro e renasço feito capim que se espalha/ Um pensamento cupim” são alguns versos da música.

E, como resposta para sua pergunta, ela diz: “Quem soul eu? Muito prazer, sou a nova Eva, filha das travas, obra das trevas”. Para ouvir essa música, dê play no álbum!

I míssil

Um outro hit de Trava Línguas foi “I míssil”. A ideia é fazer um trocadilho com I Miss You, no qual ela se coloca como um próprio.

 No refrão, diz: “Sem rumo eu digo muito, sem dizer mais quase nada / É quase nada, é quase nada / “I míssil, I míssil, I míssil, em sua direção”. Ouça este sucesso!

Amor, amor

Para fechar os sucessos, não podia faltar a canção que abre o álbum de 2021. “Amor, Amor”, uma linda canção em referência aos Exus e Pomba giras. 

É um resgate da sua ancestralidade e uma homenagem a essas entidades das religiões de matriz africana. Conheça no meu app!

Linn da Quebrada: participações

Ainda falta falar sobre as principais participações da Linn da Quebrada, hein? Além dos seus singles, ela colaborou com outros artistas importantes.

Close Certo

O lançamento Close Certo, em 2017, foi a primeira colaboração de Lina com  Boss In Drama. “Close certo, junto / Close errado, afasta!”. Descubra esse sucesso!

Alavancô

Alavancô é um hit  de 2019 que Linn participou junto com Karol Conká e Glória Groove. Dá o play no meu app!

All You Need is Love

“All You Need Is Love”, canção de Jup do Bairro, conta com Linn da Quebrada e Rico Dalasam. A canção faz parte do álbum Corpo sem Juízo. Aproveite para ouvir o som!

Onça / Docilmente Selvagem

O último single que fez parte foi “Onça;Docilmente Selvagem”, da banda As Baías, antes chamadas de As Bahias e a Cozinha Mineira. O lançamento da música foi em 2020. Escute essa canção no meu app!

Playlists com as melhores músicas da Linn da Quebrada

E se você ainda quer escutar essa grande cantora e artistas relacionados, aproveite para dar uma escutada nas playlists que separei para você. 

100% Linn da Quebrada

Enviadescer por Linn da Quebrada

Mulheres Que Inspiram por Linn da Quebrada

Não perca nenhuma novidade na Deezer! No meu app, você está sempre por dentro das novidades de Linn da Quebra, com playlists especiais! 

SE TE FALTAM PALAVRAS, “DIZ COM DEEZER”

Related Posts

Harry Styles
Posted by nptech | 28 junho 2022
Harry Styles é um astro do pop internacional que ganhou o coração de milhões de fãs no mundo todo ao...
Posted by nptech | 26 junho 2022
Quais músicas do Tik Tok você mais gosta? É um funk? Eu já sabia! É um piseiro? Eu também sabia!...
galinha pintadinha
Posted by deezer | 23 junho 2022
A Galinha Pintadinha é um verdadeiro fenômeno entre o público infantil da geração Z, não tem como negar. Se para...