Melhor trilha sonora original: conheça as melhores do século XXI

Posted by Deezer | agosto 3, 2022 | Música
melhores trilhas sonoras originais

Você já parou para pensar na melhor trilha sonora original dos últimos anos? Essa não é uma resposta simples, porque música é para sentir, e não para competir, não é mesmo?

Tem gente que se encanta com as músicas dos filmes de fantasia e aventura, mas há quem prefira as canções dos dramas. A verdade é que tem para todo gosto!

Por isso, juntei alguns vencedores do Oscar de Melhor Trilha Sonora Original e algumas outras trilhas que fizeram sucesso no século XXI.

Vamos lá?

2000 – Crouching Tiger, Hidden Dragon – Tan Dun

“O Tigre e o Dragão” foi um filme que marcou o início dos anos 2000. O compositor Dun Tan, conhecido na música clássica, foi o responsável pela trilha sonora da obra. 

A interpretação original ficou por conta da Orquestra Nacional de Xangai, da Orquestra Sinfônica de Xangai, e do Conjunto de Percussão de Xangai. 

A curiosidade sobre a trilha musical deste filme é que ela foi inteiramente produzida em duas semanas. E apesar de ter sido indicada para o Globo de Ouro, perdeu o prêmio para “Gladiador”.

Escute agora “Crouching Tiger, Hidden Dragon”.

2001 – The Lord of the Rings: The Fellowship of the Ring – Howard Shore

Uma das trilogias mais aclamadas do cinema começou com o pé direito com “Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel”. 

Peter Jackson, diretor do filme, chamou Howard Shore para criar uma das melhores trilhas sonoras originais. 

Interpretada pela Orquestra Sinfônica da Nova Zelândia, pela Orquestra Filarmônica de Londres, pelo coro da London Oratory School Schola, pelas Vozes de Londres e por vários solistas instrumentais e vocais, Howard entregou TUDO!

Dê o play em “The Lord of the Rings: The Fellowship of the Ring”.

2002 –  Frida – Elliot Goldenthal

Temos aqui um ganhador do Globo de Ouro e do Oscar de Melhor Trilha Sonora Original: Frida. 

Elliot Goldenthal foi o responsável por compor a partitura original do filme, motivo pelo qual também ganhou o prêmio de “Compositor de Trilha Sonora do Ano” no World Soundtrack Awards.

Vale lembrar que Frida foi uma pintora mexicana. Por isso, Elliot explorou bastante os instrumentos presentes na música do México, como a vihuela (guitarra mexicana) e o guitarron (baixo mexicano).

Escute agora o álbum de “Frida”!

2003 – 8 Mile – Lose Yourself (Eminem)

“Lose Yourself” é uma das melhores músicas de hip hop de todos os tempos e é também o single da trilha do filme “8 Mile”. 

Junto com Jeff Bass e Luis Resto, Eminem compôs a música que alcançou o número um na Billboard Hot 100 e o Oscar de “Melhor Canção Original” em 2003.

A curiosidade sobre a canção de hip hop foi que ela foi escrita nos intervalos do set de filmagem do filme. Eminem gravou “Lose Yourself” em um estúdio portátil no set enquanto estava no intervalo. 

Dê o play em “Lose Yourself”.

2004 – The Lord of the Rings: The Return of the King – Howard Shore

The Lord of the Rings ganhou melhor trilha sonora original

Mais uma vez Howard Shore foi convocado para a melhor trilha sonora original de 2004. É certo que ele não sabia que reeditar a parceria com as mesmas orquestras e coros traria novos prêmios. Mas trouxe!

Com “O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei”, ele ganhou o Oscar de Melhor Trilha Sonora Original e Melhor Canção Original (“Into the West” de Annie Lennox), o Globo de Ouro e o Grammy da mesma categoria.

O curioso dessa trilha é o violino duplo, instrumento inventado e elaborado especificamente para uma das cenas do filme. 

Escute aqui “The Lord of the Rings: The Return of the King”

2005 – Finding Neverland – Jan A. P. Kaczmarek

Um elenco estrelado é motivo suficiente para “Em Busca da Terra do Nunca” ganhar prêmios. Mas o álbum original da trilha sonora é igualmente incrível. 

Jan A. P. Kaczmarek foi o responsável pela partitura original e por canções, como “Where Is Mr. Barrie?”, “The Spoon On The Nose” e “Why Does She Have To Die?”.

Com o trabalho, o álbum, além de ganhar o Oscar, foi indicado ao BAFTA Award (Melhor Música de Filme) e ao Globo de Ouro (Melhor Trilha Sonora Original).

Escute o álbum de “Finding Neverland”.

2006 – Brokeback Mountain – Gustavo Santaolalla

Em 2005, o filme Brokeback Mountain foi aclamado pela história sensível de dois jovens vaqueiros, interpretados por Jake Gyllenhaal e Heath Ledger.

Um dos motivos das críticas positivas foi a trilha musical composta e produzida por Gustavo Santaolalla. 

Indicado para duas categorias no Globo de Ouro, ele venceu com a Melhor Canção Original (“A Love That Will Never Grow Old”). 

A trilha também ganhou o Oscar de Trilha Sonora Original e foi indicado ao Grammy na categoria Melhor Álbum de Trilha Sonora.

Dê o play no álbum de Brokeback Mountain!

2007 – Babel – Gustavo Santaolalla

Não satisfeito em ganhar o Oscar com Brokeback Mountain, Gustavo Santaolalla repetiu o feito no ano seguinte com Babel. O álbum do filme dirigido por Alejandro González Iñárritu também ganhou o BAFTA Award de melhor música cinematográfica.

Eu daria o Oscar sem pensar duas vezes para um filme estrelado por Cate Blanchett, Brad Pitt, Adriana Barraza, Gael García Bernal,  Kōji Yakusho e Rinko Kikuchi. Mas, de fato, a obra de Gustavo Santaolalla, mais uma vez, é impecável. 

A cena de encerramento, com “Bibo no Aozora”, de Ryuichi Sakamoto, é de arrepiar!

Escute agora o álbum de Babel!

2008 – Atonement – Dario Marianelli

Reúna no mesmo trabalho o compositor Dario Marianelli, a Orquestra de Câmara Inglesa, a violoncelista Caroline Dale e o pianista clássico francês Jean-Yves Thibaudet. 

Qual seria o resultado dessa união? O Oscar de Melhor Trilha Sonora Original e um Globo de Ouro na mesma categoria para o filme “Atonement” (“Desejo e Reparação” é seu nome em português).

E o que se destaca nessa trilha? O piano e a máquina de escrever. 

Dê o play no álbum de “Atonement”.

2009 – Slumdog Millionaire – A. R. Rahman

Slumdog Millionaire ganhou prêmio de melhor trilha sonora original

“Slumdog Millionaire” ou “Quem quer ser um milionário” é um filme de drama britânico dirigido por Danny Boyle. 

Com canções e partitura original de A. R. Rahman, o filme ganhou sete categorias do Oscar, inclusive Melhor Trilha Sonora Original e Melhor Canção Original, com “Jai Ho”. 

Se você está pensando “eu acho que conheço essa Jai Ho”, é bem provável. A música foi lançada pelo grupo The Pussycat Dolls em uma adaptação em inglês e virou um sucesso internacional do grupo.

Confira a versão original de “Jai Ho”!

2010 –  Up – Michael Giacchino

Se você nunca chorou com o filme “Up – Altas Aventuras”, assista de novo!

Lançado em 2009 pela Disney-Pixar, a animação emociona por sua história e também pela trilha sonora. Ela foi composta por Michael Giacchino, que também compôs para “Os Incríveis” e “Ratatouille”. 

Com o álbum de Up, Giacchino ganhou vários prêmios, inclusive o Oscar de Melhor Trilha Sonora Original 2010.

Escute agora o álbum de “Up – Altas Aventuras”.

2011 –  The Social Network – Trent Reznor e Atticus Ross

“A Rede Social” é o filme de David Fincher que conta a história da criação do Facebook. A trilha foi composta por Trent Reznor e Atticus Ross e lembra o trabalho anterior da dupla, realizado em 2008 (Ghosts I-IV).

Com críticas positivas, a indústria cinematográfica reconheceu o excelente trabalho de Reznor e Ross, que foram contemplados com o Globo de Ouro e o Oscar de Melhor Trilha Sonora Original.

Dê o play na trilha de “The Social Network”.

2012 – The Artist – Ludovic Bource

Ludovic Bource é o compositor da trilha de “O Artista”, um filme francês de comédia-drama de 2011 dirigido por Michel Hazanavicius.

Para a gravação da trilha, Bource teve a colaboração da Orquestra Filarmônica de Bruxelas e da Orquestra Jazz de Bruxelas. 

Com recepção muito positiva da crítica, o compositor ganhou muitos prêmios, como Globo de Ouro, BAFTA e Critics’ Choice.

Confira “George Valentin”, uma das canções do filme interpretada pela The London Film Score Orchestra!

2013 – Life of Pi – Mychael Danna

“Life of Pi” (“As Aventuras de Pi”) é um filme de 2012 dirigido por Ang Lee cuja trilha sonora foi inteiramente composta e produzida por Mychael Danna. 

O álbum ganhou o Oscar de Melhor Trilha Sonora Original de 2013 e os elogios não foram poucos. Comovente e despretensiosa, muitos críticos a consideraram perfeita para um filme com um impacto visual impressionante. 

Dê o play na trilha de “Life of Pi”.

2014 – Gravity – Steven Price

Se você curte cinema, sabe que Sandra Bullock é uma das queridinhas da América por suas atuações épicas. Em “Gravidade”, filme de Alfonso Cuarón, ela toma a cena mais uma vez, mas dá espaço também para a trilha sonora brilhar.

O compositor britânico Steven Price foi universalmente aplaudido e ele levou o Oscar de Melhor Trilha Sonora Original e um BAFTA Award na mesma categoria.

Escute a trilha de “Gravity” e segure a tensão!

2015 – The Grand Budapest Hotel – Alexandre Desplat

The Grand Budapest Hotel ganhou prêmio de melhor trilha sonora original

“O Grande Hotel Budapeste” trouxe um grande elenco, e é preciso ter uma trilha sonora à altura. 

Foi o que Alexandre Desplat fez em sua terceira colaboração com o diretor Wes Anderson. 

Com composições com influência folclórica russa, Desplat teve a contribuição de orquestras profissionais. O trabalho lhe rendeu um Oscar de Melhor Trilha Sonora Original.

Confira a divertida trilha sonora de “O Grande Hotel Budapeste”.

2016 – The Hateful Eight – Ennio Morricone

“Os Oito Odiados” é um filme do famoso diretor de cinema Quentin Tarantino. E sua trilha sonora foi a primeira trilha original completa para um filme do diretor. O autor da façanha foi Ennio Morricone, que compôs, orquestrou e conduziu os 50 minutos de música original.

Com notáveis referências de terror, o clima sinistro da trilha não afastou a crítica. Pelo contrário, foi a melhor trilha sonora original de 2016, com um Globo de Ouro e um Oscar.

Escute agora a obra de Ennio Morricone para “Os Oito Odiados”.

2017 – La La Land- Justin Hurwitz

La La Land é um musical delicioso, e um dos responsáveis por isso é Justin Hurwitz, o autor da trilha sonora.

O álbum ganhou o Oscar de sua categoria e também de Melhor Canção Original (“City of Stars”).

O curioso da trilha é que o compositor foi colega de classe do diretor Damien Chazelle na Universidade de Harvard. 

Dê o play na trilha de La La Land!

2018 – The Shape of Water – Alexandre Desplat

Conseguiu escolher qual a melhor trilha sonora? Realmente o século XXI nos trouxe muitas pérolas musicais, né?

Para dificultar sua escolha, “The Shape of Water” (“A Forma da Água”) é mais uma trilha assinada por Desplat. 

Neste filme, o compositor capturou extensivamente o som da água e abusou de piano e flautas.

O artista repetiu seu feito e ganhou o Oscar pela segunda vez, e também o BAFTA Award, o Critics Choice Award e o Globo de Ouro na mesma categoria.

Escute agora a trilha sonora de “The Shape of Water”.

2019 – Black Panther – Ludwig Göransson

Já tivemos dramas, aventuras, animação, ficção científica e musical. Agora é hora de trazer uma das melhores trilhas sonoras originais compostas para um filme de super-herói.

Pantera Negra traz o brilho de Chadwick Boseman e Lupita Nyong’o e dois nomes de peso para o som: Ludwig Göransson compôs a trilha sonora, e Kendrick Lamar interpretou as canções originais. 

Você pode conferir o álbum Black Panther, de Kendrick, na minha plataforma!

Já Göransson ganhou o Oscar de Melhor Trilha Sonora Original e o Grammy. Com “King’s Dead”, Lamar ganhou um Grammy.

Escute também a trilha de Black Panther!

2020 – Joker – Hildur Guðnadóttir

Joker ganhou prêmio de melhor trilha sonora original

Conhecido pela exuberante interpretação de Joaquin Phoenix, “Coringa” também chama a atenção pela melancólica trilha sonora composta por Hildur Guðnadóttir, compositora islandesa.

Convidada pelo diretor Todd Phillips, Hildur escreveu algumas músicas baseadas nos sentimentos do protagonista. Ou seja, pura melancolia. 

Brincadeiras à parte, ela levou inúmeros prêmios, inclusive o Oscar e o Globo de Ouro de Melhor Trilha Sonora Original.

Escute o álbum de “Joker”.

2021 – Soul – Trent Reznor, Atticus Ross e Jon Batiste

Trent Reznor e Atticus Ross estão de volta, e dessa vez com a ajuda de Jon Batiste. O trio é o responsável pela trilha sonora de “Soul”, uma sensível animação da Disney-Pixar de 2020. 

São 16 músicas originais de Jon Batiste, que trazem o jazz para o filme, além da partitura de Reznor e Ross.

O trabalho dos três deu bastante resultado. Adivinha quem ganhou a melhor trilha sonora de 2021? Eles mesmos! 

Que tal curtir a trilha de Soul?

2022- Dune – Hans Zimmer

Fechado nossa lista, temos o ganhador do Oscar de 2022: Dune (“Duna” em portugês), o filme americano do diretor Denis Villeneuve.

A trilha foi composta, conduzida e produzida por Hans Zimmer. Ele trouxe um coro de vozes femininas, percussão, cordas, instrumentos acústicos e de sopro, além de instrumentos híbridos fabricados para reproduzir os sons de um deserto “de outro mundo”. 

Essa vibe experimental deu certo! 

Dê o play na trilha sonora de Dune!

Escuta aqui as melhores trilhas sonoras originais

Ficou interessado(a) em escutar as trilhas mais famosas do cinema no século XXI?

É só dar o play no meu canal de Trilhas Sonoras!

Por lá, você confere inúmeras trilhas de filmes e séries!

Conclusão

Quais as trilhas sonoras mais famosas do cinema? Agora você já tem uma boa ideia do que fez sucesso no século XXI.

Mas são tantas as canções icônicas que é impossível listá-las aqui. Inclusive, quem não se lembra de Adele cantando “Skyfall” em “007 – Operação Skyfall”?

Ela e outras artistas que contribuíram para o cinema você escuta na minha plataforma!

PRIMEIRO MÊS GRÁTIS? É #SÓNADEEZER!

Related Posts

Posted by deezer | 29 novembro 2022
Muitos de nós gostamos de apreciar uma boa música, mas há muito mais neste universo do que se encontra no...
Posted by deezer | 28 novembro 2022
Antes de mais nada, saiba que neste texto eu tomei a licença poética de chamar o Livro dos Recordes de...
Posted by deezer | 25 novembro 2022
Que tal relembrar clássicos e curtir os melhores musicais de todos os tempos? Nos palcos do teatro ou nas telinhas...