Conheça as músicas de MPB mais tocadas ao longo do tempo

Posted by Deezer | setembro 24, 2022 | Música
Músicas de MPB mais tocadas

Quais são as músicas de MPB mais tocadas em suas playlists? Esse gênero musical, rico em sonoridade e criatividade, é muito famoso não só no Brasil, mas também ao redor do mundo.

O termo, que surgiu na década de 60 para designar a música associada a protestos, já parece ultrapassado para muitos estudiosos. Afinal, praticamente tudo que se faz atualmente é música popular brasileira, certo? 

Mas como a indústria musical ainda faz essa distinção e ela nos é conveniente em muitos momentos, que tal conhecer quais são as músicas de MPB mais tocadas?

Falei um pouco sobre as MPB antigas, da época do surgimento do gênero, mas também trouxe algumas atuais que já devem estar nas suas listas. Confere aí!

PRIMEIRO MÊS GRÁTIS? É #SÓNADEEZER!

A história da MPB

A Música Popular Brasileira é uma das mais ricas e diversificadas manifestações musicais do Brasil. Ela surgiu um pouco depois do surgimento da Bossa Nova, movimento dos anos 50, e se consolidou como gênero musical nos anos 60, com a Tropicália. 

Este gênero musical reuniu dois movimentos importantes vistos como divergentes: a Bossa Nova e a música dos Centros Populares de Cultura da União Nacional dos Estudantes (UNE).

De forma simples, os amantes da bossa defendiam a sofisticação musical, mas os estudantes valorizavam a música das raízes brasileiras.

Com o golpe militar de 1964, os grupos passaram a defender os mesmos interesses. Para isso, criaram uma frente ampla cultural contra o regime militar. Foi então que a sigla MPB surgiu como símbolo da luta política e cultural.

Grandes e conhecidos nomes, como Elis Regina, Chico Buarque, Caetano Veloso, Gal Costa e Gilberto Gil apareceram naquele momento.

As 13 músicas da MPB mais tocadas até hoje

Conhecer a história da Música Popular Brasileira nos faz entender quem são seus grandes representantes. Mas quais são as 100 músicas mais tocadas? Quais as músicas MPB?

Seria fácil apontar 100 músicas que tocaram exaustivamente nos rádios do mundo inteiro. Mas separei aqui 13 canções de MPB antigas que você precisa conhecer!

1. Águas de Março – Elis Regina e Tom Jobim

Águas de Março” é uma das dobradinhas de maior sucesso dentre as MPB antigas. O dueto de Tom Jobim com Elis Regina rodou o mundo e se tornou a versão definitiva da música, no registro “Elis & Tom” de 1974.

Dizem por aí que Tom criou a letra enquanto estava frustrado em seu sítio por não conseguir emplacar outros trabalhos após a Bossa Nova. Parece que deu certo, e o verso “é o fim do caminho” não se consolidou!

2. Alegria, Alegria – Caetano Veloso

“Caminhando contra o vento, sem lenço e sem documento…”

Alegria, Alegria”, composição de Caetano Veloso, foi um marco da Tropicália e ficou em 4º lugar no Festival da Record de 1967. Os festivais de canções daquela época eram muito famosos, sabia? 

A letra, que falava sobre liberdade em plena repressão do regime ditatorial, marcou uma geração inteira. 

3. Anunciação – Alceu Valença

Alceu Valença

É bem provável que você já tenha escutado “Anunciação” em muitas versões, inclusive eletrônica. Afinal, a canção de Alceu Valença, cantor e compositor Pernambucano, figura desde seu lançamento (1983) entre as MPB mais tocadas.

Ela pode ser interpretada de diversas formas, inclusive como uma divagação filosófica. 

Recentemente, os versos “Tu vens, tu vens” estavam na boca dos torcedores do Atlético Mineiro em uma paródia da música devido à proximidade do título do Campeonato Brasileiro de 2021.

Ou seja, é uma das MPB antigas que serve para muitos contextos.

4. Baby – Gal Costa

Uma das canções mais famosas na voz de Gal Costa, “Baby” é uma composição de Caetano Veloso, que a escreveu em 1968 sob encomenda de Maria Bethânia.

A música fez tanto sucesso que Gal gravou a canção mais cinco vezes, e recentemente fez um belo dueto com Tim Bernardes para a sexta regravação de Baby.

Por isso, se alguém te perguntar “Quais são as músicas MPB mais tocadas?”, lembre-se de colocar Baby na lista!

5. Chão de Giz – Zé Ramalho

“Eu desço dessa solidão e espalho coisas sobre um chão de giz”.

Se você não entendeu nada dos versos iniciais de “Chão de Giz”, tamo juntes!

Um dos maiores sucessos de Zé Ramalho, gravada em 1978, é pura metáfora sobre a brevidade da vida. 

Maaaaas dizem por aí que ela é fruto de um amor não correspondido do cantor e compositor… 

6. Como Nossos Pais – Belchior

Em 1976, Belchior escreveu uma das maiores canções de Música Popular Brasileira: “Como nossos pais”. 

A música apareceu no seu álbum “Alucinação” (1976), mas ganhou projeção com a interpretação brilhante de Elis Regina. 

É mais um das MPB antigas que retrata as ilusões perdidas devido à ditadura militar no Brasil. Mesmo sendo datada por falar de uma época, é uma música que se comunica facilmente com os dias atuais, pois fala de sentimentos universais.

7. Construção – Chico Buarque

Um dos maiores compositores da Música Popular Brasileira, Chico Buarque poderia facilmente emplacar 50 canções em nossa lista de MPB mais tocadas.

Porém, “Construção”, uma de suas músicas mais politizadas, é um de seus maiores sucessos de todos os tempos. 

Falando sobre as perversões do capitalismo em um dos momentos mais obscuros da ditadura, ela traz o dia a dia de um trabalhador anônimo da construção civil. 

8. Drão – Gilberto Gil

Gilberto Gil

Temos declaração de amor dentre as MPB mais tocadas? Temos. 

Drão”, de Gilberto Gil, foi destinada à Sandra Gadelha, a Drão, mãe de seus filhos Pedro, Preta e Maria.

É uma composição bonita, como muitas de Gil, mas com a curiosidade de que ela foi escrita em ocasião do divórcio do casal. 

Sem rancor e sentimentos ruins, a canção descreve a transformação dos sentimentos com o passar do tempo.

9. Garota de Ipanema – Vinícius de Moraes e Tom Jobim

Em 1962, Tom Jobim e Vinicius de Moraes criaram uma obra-prima da Música Popular Brasileira: “Garota de Ipanema”.

Escrita em homenagem à Helô Pinheiro, esse hino da Bossa Nova foi cantado por grandes nomes da música internacional, como Ella Fitzgerald, Nat King Cole e Frank Sinatra. 

Não à toa, ela é uma das MPB mais tocadas no mundo. 

10. Mistério do Planeta – Novos Baianos

Saindo dos “medalhões” da MPB, temos uma das bandas mais criativas da história da MPB: os Novos Baianos.

Seu maior sucesso, “Mistério do planeta”, é uma música animada, mas muito reflexiva. Ela fala sobre encontros, nosso lugar no mundo, parcerias e muitas outras questões sobre identidade.

11. O Mundo é um Moinho – Cartola

Alerta de lencinho.

O Mundo é um Moinho” é uma canção de Cartola para sua filha adolescente falando sobre as dificuldades que a esperam pela vida. 

“Preste atenção, o mundo é um moinho, vai triturar teus sonhos, tão mesquinho”.

Em um ritmo lento e sentimental, essa música se tornou uma das MPB mais tocadas, pois foi regravada por Cazuza, Beth Carvalho e Ney Matogrosso. 

12. Pra Não Dizer Que Não Falei das Flores – Geraldo Vandré

Geraldo Vandré é um grande nome da música popular brasileira. O artista foi responsável pelo grande clássico “Pra Não Dizer que Não Falei das Flores”, lançado em 1968. 

A música chegou a ser censurada e proibida pelo regime militar por ter se tornado um hino de resistência. Por essa razão, o peso emocional dessa canção é enorme e ela continua sendo sinônimo de luta até os dias atuais.

13. Travessia – Milton Nascimento

Minha casa não é minha e nem é meu este lugar. Estou só e não resisto, muito tenho pra falar”.

Milton Nascimento é dono de uma voz muito estudada, e não é sem razão. Ele ultrapassou as montanhas de Minas Gerais para ganhar o mundo, e as melodias de “Travessia” podem explicar o motivo: é pura emoção.

A canção leva o nome inspirado em “Grande Sertão: Veredas”, e a letra traz uma profunda e poética reflexão sobre o amor e a angústia.

Curtiu minha lista das MPB antigas? Só tem ouro nas indicações, pode confiar. Mas volto a ressaltar que infelizmente deixei muito artista incrível de fora.

Agora, vamos dar aquela moral para aqueles que mantêm viva a Música Popular Brasileira!

A MPB resiste: As 7 músicas atuais mais tocadas

Se você pensar em músicas atuais da MPB, poderá vir à cabeça alguns nomes já consolidados, como os das cantoras brasileiras Marisa Monte e Cássia Eller.

Porém, resolvi trazer aqui alguns artistas ainda mais recentes, com ressalva para uma menção honrosa: Elza Soares.

1. A Mulher do Fim do Mundo – Elza Soares

A Mulher do fim do mundo” é a própria Elza, mas também a canção lançada em 2015 em seu 34º disco.

É uma das MPB atuais tocadas até hoje, e um dos motivos são as inúmeras homenagens que a artista vem recebendo por sua obra. Todas as honras para uma das maiores cantoras brasileiras de todos os tempos!

Nessa música autobiográfica, a artista fala das dificuldades que superou ao longo da vida para atingir o estrelato. Desde fome até relação abusiva, Elza é o retrato da resistência.

2. Ai, Amor – Anavitória

Lançada no álbum “O Tempo é Agora”, de 2018, “Ai amor” é um dos sucessos de Anavitória que ajudou a dupla a alcançar um lugar de destaque na música brasileira.

“Ai, amor…Será que tu divide a dor do teu peito cansado com alguém que não vai te sarar?”

Essas duas mulheres maravilhosas vêm lançando muitas músicas que se enquadram na MPB (na visão de alguns, na nova MPB).

A propósito, a nova MPB segue sendo a mistura de brasilidades que a Música Popular Brasileira traz. O termo “nova” apenas designa o gosto da atual geração que se relaciona com a expressão artística dos artistas atuais.

E, sem dúvidas, Anavitória está dentre eles!

3. Banho de Folhas – Luedji Luna

Luedji Luna

Um dos nomes mais promissores da atual MPB, Luedji Luna ficou conhecida ao redor do Brasil com a música “Banho de Folhas”.

Cheia de fé e axé, essa é uma das músicas atuais de MPB mais tocadas nas rádios e nos streamings. Presente nos blocos de carnaval espalhados ao redor do Brasil, o ritmo dela é realmente contagiante.

“Oxalá quem guia!”

4. Não Olha Assim Pra Mim – OutroEu

Não Olha Assim Pra Mim” é uma canção suave, delicada, com letra e instrumentos simples. Receita de sucesso para muitos momentos, certo? E fica a dica: quem curte Anavitória, vai adorar essa música.

Existe um motivo bem simples: Ana Caetano é uma das compositoras da música ao lado de Mike Túlio, integrante do duo “OutroEu” ao lado de Guto Oliveira.

5. Nascer, Viver, Morrer – Tim Bernardes

Nascer, Viver, Morrer” é considerada a abertura do último trabalho de Tim Bernardes, “Mil Coisas Invisíveis” (2022). 

Apesar da curta duração, Tim entrega um recado reflexivo e profundo sobre a vida, sintetizando várias questões que ele costuma trabalhar em suas músicas.

“Morrer

De a ausência, presença do inexistente

Do silêncio com seu volume gigante

Limite pra além do azar e da sorte

Que prova existir vida antes da morte

Que une e separa o todo da parte”

6. Quando Bate Aquela Saudade – Rubel

Quem nunca sentiu saudade de alguém? Essa resposta é simples e mostra o motivo de “Quando Bate Aquela Saudade” ser uma das músicas de MPB mais tocadas.

Quando falei das MPB antigas, você viu que muitas delas tinham algo em comum: retratar sentimentos que todos nós sentimos. 

“Eu ‘to com uma vontade danada de te entregar todos beijos que eu não te dei”.

Quem nunca?

7. Várias Queixas – Gilsons

Fechando minha lista das MPB atuais, não poderia deixar de fora da lista a preciosidade “Várias Queixas”. 

A música foi lançada em 2012 pelo Olodum, mas ganhou uma enorme projeção com os Gilsons. Além do arranjo moderno para um axé tradicional, eles carregam o talento da família Gil.

Não tinha como dar errado, né? “No suíngue do Olodum, me leva com você eu vou”.

Conclusão

As músicas de MPB mais tocadas antigamente traziam em sua origem a luta contra a repressão da ditadura militar brasileira. Por isso, o tema é muito tratado em diversas canções.

Já as MPB atuais carregam a mistura de sonoridades própria da Música Popular Brasileira e trazem assuntos variados, desde a fé até a saudade.

Se quiser uma ajudinha para escutar MPB, confira a playlist “Toca MPB!” para escutar o melhor da Música Popular Brasileira.

Mas se sua busca é pela nova música popular brasileira e suas vertentes, sua playlist é “Brasil Agora”.

Aproveite!

PRIMEIRO MÊS GRÁTIS? É #SÓNADEEZER!

Related Posts

Posted by deezer | 29 novembro 2022
Muitos de nós gostamos de apreciar uma boa música, mas há muito mais neste universo do que se encontra no...
Posted by deezer | 28 novembro 2022
Antes de mais nada, saiba que neste texto eu tomei a licença poética de chamar o Livro dos Recordes de...
Posted by deezer | 25 novembro 2022
Que tal relembrar clássicos e curtir os melhores musicais de todos os tempos? Nos palcos do teatro ou nas telinhas...