Pabllo Vittar: Conheça a trajetória de vida e a carreira na música

Posted by gsoutello | julho 30, 2021 | Música
pabllo-vittar-heading

Pabllo Vittar é com certeza uma das maiores cantoras da música brasileira atualmente, atingindo números impressionantes e alcançando carreira internacional.

Mas cá entre nós, ela é muito mais do que um ícone da música pop, não é?

A Pabllo desempenha um papel muito importante na divulgação da causa LGBTQIA+, sendo porta-voz de pautas que mais do que nunca precisam ser discutidas por quem tem voz de fala. E que voz!!

Mais do que justo tirar um tempinho para conhecer e enaltecer a carreira de Pabllo Vittar, que vou te contar no texto abaixo. Boa leitura e não para não!

Quem é Pabllo Vittar?

Pabllo Vittar é uma cantora e drag queen brasileira. Nascida em São Luís, no Maranhão, em 1 de novembro de 1993, seu sucesso sem precedentes enquanto artista musical drag queen vem trazendo muita visibilidade para outras artistas drag, bem como artistas trans e travestis.

Ela também é muito conhecida por conta do seu ativismo em prol dos direitos das pessoas LGBTQIA+, sendo citada pela revista Forbes como “a drag queen mais popular do mundo”, e pela revista Time como uma das “Lideranças da Próxima Geração”.

Apesar de ter nascido em São Luís, sua infância e adolescência transcorreram no interior do Maranhão e do Pará, se mudando para várias cidades com sua mãe, a técnica de enfermagem Verônica Rodrigues, e suas duas irmãs.

Durante a infância, Vittar, na época Phabullo Rodrigues da Silva, frequentou diversas aulas de balé clássico e jazz. Ela relata ter sido vítima de bullying nos seus anos escolares por conta da sua voz aguda e gestos delicados.

Em 2018, em entrevista no programa “Encontro com Fátima Bernardes”, a cantora relembra seus tempos de infância e como sempre teve noção de que era diferente dos demais:

“Desde que eu era pequenininho, sempre tive noção de que eu era diferente e que não ia seguir os caminhos que um homem que nasceu com a genitália masculina tinha de seguir: casar, ter filhos (…). Sabia que ia fazer alguma coisa no mundo pra deixar a minha marca.”

No início da adolescência, Pabllo voltou para o Maranhão e foi viver na cidade de Caxias. Lá, começou a cantar em festas e junto ao coral de uma igreja Presbiteriana.

Além disso, também se apresentava no Pop, um programa regional de Caxias, onde fazia covers de diversos artistas como Beyoncé.

Adolescência

Com 16 anos, se mudou para Indaiatuba, em São Paulo, para tentar começar sua carreira artística. Como não obteve sucesso, acabou trabalhando em lanchonetes fast food, salões de beleza e como operadora de telemarketing.

Foi com essa idade que se assumiu gay para sua mãe, que, segundo a cantora, “nem surpresa ficou” e a apoiou muito. Quem dera toda pessoa LGBTQIA+ tivesse uma mãe dessas, né?

Dois anos depois, se mudou para Uberlândia, em Minas Gerais, onde foi aprovada para o curso de Design de Interiores na Universidade Federal de Uberlândia, que teve de descontinuar por conta da agenda de shows, que aumentou bastante nos anos posteriores.

Sempre fascinada pelo universo feminino, Vittar passou a se interessar pela arte das drags por conta do reality show “RuPaul’s Drag Race”, apresentado a ela por um namorado.

Ao assistir o programa, Pabllo percebeu que as artistas drag poderiam ser mais versáteis do que pensava e se apaixonou. Em entrevista à revista Época em 2017, disse:

“Foi uma surpresa, não conhecia esse lado da arte drag. Fiquei apaixonada! Falei: eu posso ser isso aí. Foi uma libertação. Quando estou estressada, me monto e externalizo coisas que não consigo falar, mas que posso transmitir por meio da maquiagem e da produção.”

Vittar aprendeu a se maquiar assistindo a tutoriais no YouTube e participou de diversos concursos de beleza antes de começar a sua carreira musical.

Ela se montou pela primeira vez aos 17 anos para divulgar a festa de uma amiga, entregando panfletos na porta de uma boate em Uberlândia. 

Em 2018, levou a 13a colocação como “A Mulher Mais Sexy do Ano”, em eleição feita pela revista IstoÉ e, em 2020, levou o prêmio de “Homem do Ano”, concedido pela revista GQ Brasil. 

Quando e como começou a carreira de Pabllo Vittar?

O sucesso na vida de Pabllo Vittar não começou da noite pro dia. Na verdade, como vimos, a cantora teve um começo difícil em Indaiatuba. Entretanto, tudo isso mudou em 2015, quando conheceu o produtor Rodrigo Gorky, um dos integrantes do Bonde do Rolê. Entenda:

Estreia do single Open Bar

Rodrigo Gorky foi apresentado a Pabllo Vittar por outro integrante do grupo, Pedro D’Eyrot, que conversava com Pabllo pelas redes sociais.

Gorky sugeriu a Vittar que gravassem uma releitura em português da canção “Lean On”, do grupo Major Lazer.

A versão em português foi intitulada “Open Bar” e foi lançada em Outubro de 2015.

O videoclipe da canção, gravado na casa de um amigo de Vittar com um orçamento de apenas 600 reais atingiu a impressionante marca de um milhão de visualizações no YouTube em menos de 4 meses.

Em dezembro do mesmo ano, ela lançou o EP Open Bar que, além da canção título, também apresenta outras 4 faixas que são versões em português de músicas da Beyoncé e Rihanna.

Com exceção de Open Bar, que foi autorizada por um dos autores de Lean On, todas as outras canções do EP e seus videoclipes tiveram de ser posteriormente retirados das plataformas digitais por questões de direitos autorais.

Logo após o lançamento do EP, Vittar deu início à sua primeira série de shows, o Open Bar Tour, que se estendeu por 2016 e totalizou 120 apresentações.

Por conta do sucesso da turnê, Vittar acabou chamando a atenção dos produtores do programa “Amor & Sexo”, da Rede Globo, o que levou a sua carreia a outro nível.

Início de um sonho, deu tudo certo!

Participaçao no Amor & Sexo

Ao perceberem o potencial de sucesso de Pabllo Vittar, os produtores de “Amor & Sexo” convidaram a cantora para integrar a banda do programa em 2016.

Ela se manteve no elenco da atração durante 2 anos, a nona e décima temporada e, nesse meio tempo, lançou o seu álbum de estréia “Vai Passar Mal”, um disco que possui uma sonoridade muito diversa.

O álbum incorpora diversos elementos da música pop, eletrônica e gêneros brasileiros, como o tecnomelody, forró, arrocha e funk carioca.

A participação do programa encabeçado por Fernanda Lima com certeza serviu para aumentar muito a visibilidade da cantora, que deixou o programa ao final da décima temporada para se dedicar aos seus projetos musicais.

O início do sucesso nacional

Com o lançamento do seu primeiro álbum, “Vai Passar Mal”, não demorou muito para que o sucesso nacional se tornasse realidade.

Logo de cara, a canção “Todo Dia”, com seus versos “Eu não espero o carnaval chegar pra ser vadia, sou todo dia, sou todo dia”, caiu no gosto popular.

Todo esse sucesso fez a carreira da cantora deslanchar e levou duas outras canções do disco, “K.O.” e “Corpo Sensual”, alcançar o top 70 da parada Hot 100 Airplay, da BillBoard Brasil, e “K.O.” atingir o topo das paradas da Deezer.

A partir daí, diversas participações com outros artistas de peso, como Anitta e Lia Clark, só ajudaram a alavancar ainda mais a carreira desse ícone LGBTQIA+.

A carreira internacional

Como uma artista que carrega o meme de ter ido longe demais, certamente que todo seu sucesso e carreira teriam naturalmente um caminho internacional em paralelo com os álbuns e hits lançados no Brasil.

Podemos dizer que Pabllo Vittar é um fenômeno no Brasil e no mundo.

No projeto “111”, Vittar lançou a faixa Flash Pose em parceria com a cantora e compositora britânica Charli XCX, além de outras colaborações como os singles:

  • Man’s World feat Marina (ex-Marina and The Diamonds);
  • Lento (Brabo Remix) feat Lauren Jauregui (ex-integrante do Fifth Harmony);
  • Sua Cara feat Anitta e Major Lazer;
  • Então Vai (Get By) feat Diplo;
  • Tímida feat Thalía;
  • The girls feat Iggy Azalea.

Pabllo Vittar: Ícone da comunidade LGBTQIA+

Um fenômeno nacional e internacional, a drag queen mais seguida no mundo no Instagram com mais de 11 milhões de seguidores, presença nos palcos dos maiores eventos musicais no mundo, índices impressionantes em todos os serviços de streaming de música e uma lista de conquistas que vai longe.

Todas essas conquistas e números impressionantes como artista foram conquistados enquanto Pabllo Vittar sempre levantou a bandeira da diversidade e, como vimos, o começo de carreira não foi fácil, com muitos obstáculos e preconceitos.

E em um cenário em que muitas pessoas da comunidade LGBTQIA+ lutam diariamente por seus direitos, ver alguém com a representatividade e alcance de Vittar é muito significativo.

Por sua carreira, influência e por tudo que faz para dar voz a comunidade LGBTQIA+, Pabllo se tornou um dos maiores ícones no país, carregando consigo uma forte mensagem política e abrindo espaço para outras artistas drags e trans no cenário musical.

Um de suas obras que melhor ilustra essa importância e que se tornou um hino entre a comunidade LGBTQIA+ é a faixa “Indestrutível”, de seu álbum de estreia: 

Quais são os discos lançados por Pabllo Vittar?

Agora que você já sabe um pouco mais da história e da importância de Pabllo Vittar para o cenário musical brasileiro atual, está na hora de darmos uma olhadinha nos discos lançados pela cantora ao longo dos anos! Confira:

Vai Passar Mal (2017)

O álbum “Vai Passar Mal”, de 2017, marcou a estréia de Pabllo Vittar nas paradas nacionais. Dentre os principais singles, podemos destacar “Nêga”, “Todo Dia”, “Corpo Sensual” e “K.O.”. Confira o álbum a seguir:

Não Para Não (2018)

Já no álbum “Não Para Não”, de 2018, se destacam as músicas “Problema Seu”, “Disk me” e “Buzina”. Confira:

111 (2020)

O disco 111, de 2020, com certeza é um dos mais elogiados da carreira de Pabllo Vittar e conta com a participação de diversos artistas, como Psirico, Ivete Sangalo, Thalia, Charlie XCX e Jerry Smith.

Dentre os principais singles, os que mais tiveram destaque são “Amor de que” e “Parabéns”.

Na época do lançamento do disco, eu consegui realizar junto a Pabllo nossa primeira Playlist Faixa a Faixa na Deezer!

Nesse conteúdo extra, as músicas do álbum são intercaladas por comentários que a própria Pabllo deixou para os fãs, contando um pouquinho sobre cada uma das músicas em detalhes. Incrível, não? Confira:

Batidão Tropical (2021)    H3

Batidão Tropical é o quarto álbum de estúdio da Pabllo e traz uma verdadeira homenagem às origens da artista, com referências às músicas que ela ouvia durante sua adolescência que vão do forró ao tecnobrega.

O álbum conta com regravações icônicas das faixas “Ânsia”, “Zap Zum” e “Bang Bang” do grupo Companhia do Calypso e “Ultra Som”, do grupo paraense Ravelly.

Os fãs puderam sentir o que via do mais recente trabalho da artista com o lançamento do single “Ama Sofre Chora” e sua sequência na faixa “Triste com T”.

Repetindo o sucesso da primeira parceria que fizemos juntas, a Pabllo também voltou para fazer um segundo Faixa a Faixa, dessa vez sobre o Batidão Tropical. 

Como o disco todo é uma grande homenagem às músicas que a cantora ouvia e cantava na adolescência, é bem divertido ouvir os comentários dela a respeito de cada faixa do disco. Eu com certeza amei! Confira:

Os principais destaques na carreira de Pabllo Vittar

Hitmaker! A carreira de Pabllo Vittar é repleta de singles que as pessoas têm a letra e coreografia decorada. Fiz uma listinha com os destaques que não podem faltar na sua playlist: 

Single Sua Cara – Parceria com Anitta e  Major Lazer

A música em parceria com a Anitta e Major Lazer foi um dos momentos mais importantes para a carreira de Pabllo Vittar, tanto pela produção, polêmicas em torno do clipe e o sucesso da faixa que ainda é uma das mais tocadas.

Rock in Rio 2017

O palco do Rock in Rio é um auge na carreira de todo artista e foi assim para a carreira de Pabllo Vittar.

A drag queen teve a oportunidade de se apresentar ainda no ano de sua estreia com o álbum “Vai Passar Mal”, performando a música “Sua Cara” ao lado da cantora Fergie.

Programa no Multishow

Além da estreia nas telinhas com participações no programa “Amor & Sexo”, Pabllo Vittar conquistou seu espaço também no canal Multishow, comandando seu próprio programa intitulado “Prazer, Pabllo Vittar”.

No programa, que estreou em 2018, podemos conhecer um pouco mais da história da cantora, além de acompanhar entrevistas e apresentações com os convidados.

Podemos dizer que no canal, Pabllo Vittar já é “de casa”, estando presente em diversos programas da grade, em apresentações de prêmios e, claro, estreando seus clipes.

Single Flash Pose – Parceria com Charli XCX

O feat com estrelas internacionais é sempre um momento muito aguardado pelos fãs de divas pops brasileiras e com Pabllo Vittar não foi diferente. 

No seu trabalho “111”, Pabllo trouxe como single de estreia sua parceria com Charli XCX, cantora britânica que estourou com as faixas Break The Rules (2014).

Série Super Drags

Em 2018, Pabllo participou da produção da série de animação Super Drags, na Netflix, uma animação adulta que faz referências ao Clube das Winx e Meninas Super Poderosas.

Além de compor a música de abertura, a cantora também dublou a personagem Goldiva para as versões dubladas.

Pabllo Vittar: Playlist TOP 10 principais músicas

Confira agora uma playlist com as Top 10 Principais Músicas de Pabllo Vittar:

Ama Sofre Chora

Bandida

MODO TURBO

Amor de Que

Parabéns

Garupa

Disk Me

Joga Bunda

Sua Cara

Problema seu

Confira a discografia completa da Pabllo Vittar na Deezer!

Conclusão

Pabllo Vittar é uma artista incrível e muito importante para a música nacional como um todo, mas mais importante ainda para a comunidade LGBTQIA+, que nunca antes pôde se sentir tão bem representada.

Com uma carreira meteórica, em poucos anos a cantora conseguiu deixar sua marca e, como vimos no seu último trabalho, conseguiu surpreender a todos.

No auge do seu sucesso, Pabllo Vittar trouxe um pouco do que há de melhor na cultura e na música brasileira com músicas que marcaram o cenário Norte e Nordeste.

Olhando para essa carreira cheia de sucesso, podemos dizer com toda certeza que nenhum lugar é longe demais para Pabllo Vittar.

Related Posts

Posted by mdantas | 10 setembro 2021
Quanto mais você ouve e favorita músicas e artistas, o Flow te apresenta novidades próximas aos seus sons prediletos Amizade...
musicas-internacionais
Posted by gsoutello | 08 setembro 2021
As músicas internacionais fazem muito sucesso no Brasil desde sempre e essa influência vem se tornando cada vez mais multicultural,...
podcasts-de-humor
Posted by gsoutello | 03 setembro 2021
Ouvir podcasts engraçados é uma ótima maneira de descontrair, desligar um pouco o cérebro e dar algumas risadas enquanto lava...