Deezer revela dados e mudança de comportamento de consumo de áudio durante o período de isolamento devido ao coronavírus

Posted by polyana | March 31, 2020 | BR, Global

  • Streamings apresentam queda nos primeiros dias de quarentena, mas tendem a se estabilizar com o tempo
  • Sem o deslocamento de milhões para escola e trabalho, streaming pelo Chromecast cresce 102% no Brasil

O momento que estamos vivendo tem causado uma série de mudanças em diversos setores no mundo todo, entre elas o hábito de consumo de áudio. Enquanto os streams que aconteciam durante o deslocamento das pessoas obviamente caíram por conta da pandemia de covid-19, no mesmo período despontaram os aparelhos domésticos, rádios ao vivo e buscas de acordo com o MOOD. No entanto, isso não significa que as pessoas deixaram de se embalar pelas melodias. Essa é uma das descobertas do levantamento da Deezer realizado entre os dias 2 e 22 de março em todo o mundo. 

“Com o distanciamento social que estamos enfrentando neste momento, todos estão se adaptando a uma vida totalmente nova. É preciso manter os seus filhos entretidos, manter a boa-forma, a saúde mental e, ainda por cima, equilibrar trabalho e tempo pessoal – tudo isso sem sair de casa”, afirma Aurélien Hérault, Chief Data & Research Officer global da Deezer.

Entre as mudanças observadas estão:

Estamos nos adaptando à vida em ambientes fechados

Uma das principais mudanças causadas pelo isolamento no mundo todo é também uma das mais óbvias: o fim do deslocamento diário de milhões de pessoas. No stream, isso significa que em vez do habitual horário de pico das 7h, o mundo agora tem dado play em suas faixas entre 9h e 10h. 

Aos finais de semana, as pessoas estão escutando mais música durante a tarde, algo que nunca ocorreu antes. Sextas-feiras anteriormente reuniam o maior volume de streams da semana – com a interrupção das atividades sociais e do #Sextou, isso mudou e agora, pela primeira vez, todos os dias se comportam iguais. 

Recuperação dos streamers

Os dados mostram que as pessoas precisaram de cerca de dez dias para se adaptarem à vida solitária. Nossos números na Itália mostrou que embora os níveis de engajamento tenham caído no início, eles voltaram a se estabilizar após a primeira semana de isolamento. Países como França tem mostrado o mesmo comportamento – e é muito provável que o Brasil também siga essa tendência.

Nesse processo de estabilização, a Deezer percebeu a demanda das pessoas por conteúdos que refletiam seus humores. Decorrida apenas uma semana do lançamento do canal “Vida em Casa“, que ocorreu na última segunda-feira (23/03), a reprodução de playlists como “Mellow Days” aumentaram 335%, “Feel Good” se tornou a segunda mais transmitida globalmente no canal e “Happy Hits” teve um aumento de 53% globalmente. 

No Brasil, a playlist “Calmaria” teve um crescimento de 267%, seguida pela “Slow-Fi”, feita para ajudar as pessoas a descansarem, que atingiu crescimento de 217%. Artistas que se engajaram com o público em lives também tiveram um crescimento em streams. Gusttavo Lima, por exemplo, teve um aumento de 40% em streams no último domingo em relação aos domingos anteriores, após a transmissão ao vivo que fez no sábado. Michel Teló também teve um consumo 40% maior no sábado, depois da live de sexta. Já Sandy viu seus streams crescer 46%.

O boom dos rádios e playlists de MOOD

  1. Rádio: à medida que a incerteza aumenta e passamos mais tempo dentro de casa, temos mais necessidade de notícias e saber o que está acontecendo no mundo. Apesar da queda registrada de streaming de músicas, as pessoas passaram a ouvir rádio ao vivo, que cresceu globalmente em 19% nas últimas duas semanas. Na última semana, aumentou mais 2% no mundo todo.
  1. Podcasts: apesar dos bons resultados gerais do podcast global, os temas crianças, esportes e meditação estão crescendo ainda mais após o lançamento do canal “Vida em Casa”. Os pais, que agora precisam equilibrar o trabalho com o entretenimento de seus filhos, apostam nos podcasts de conteúdo infantil para ajudar nessa missão – após o lançamento do canal, a quantidade de usuários ativos nesta categoria cresceu 218%. As pessoas também têm aproveitado os podcasts de treinamento esportivo, que cresceram 194%, para se manterem em forma, e apostado nos conteúdos de meditação, que cresceram 132%, como maneiras de se acalmar e manter a ansiedade sob controle nesse momento.
  1. Música: como consequência de muitas pessoas trabalhando de casa, o streaming de faixas da playlist “Work From Home” aumentou 391%* nos dias que se seguiram ao lançamento do canal “Vida em Casa”. No entanto, estar em casa não significa abrir mão da sua saúde física, e o exercício físico continua sendo uma prioridade para muitos – a playlist “Sport Motivation” é a mais transmitida no canal no mundo todo e o streaming de “Yoga e Meditação” também cresceu significativamente, atingindo 366% em uma semana. 

No Brasil, as pessoas também compartilham dessa motivação para se manter em forma, com “Malhando em Casa” crescendo 227%. No entanto, a playlist que mais cresceu aqui foi a “Mundo Disney” (3.634%), demonstrando a grande necessidade dos pais brasileiros de entreterem seus filhos enquanto se dedicam ao trabalho em casa.

“O canal que criamos para ajudar as pessoas a ficarem em casa,  “Vida em Casa”, engloba tudo o que elas precisam, de esportes à meditação. A população, que sempre teve uma boa relação com o streaming, agora têm adotado as playlists e podcasts como parte de sua rotina de bem-estar. Nesse sentido, nossos editores estão trabalhando incessantemente para garantir que os nossos usuários sempre encontrem conteúdo novo e relevante na Deezer, não importa em que dia da semana seja”, acrescenta Aurélien Hérault, Chief Data & Research Officer global da Deezer.

Uso de aparelhos domésticos

Como não existe mais a necessidade de pegar os fones de ouvido e dar o play no celular durante o trajeto casa-trabalho, trabalho-casa, as pessoas têm passado a utilizar outros dispositivos para ouvirem músicas e podcasts, como é o caso de computadores, smart TVs, assistentes virtuais, entre outros. 

Aumento de streaming no BrasilAumento de streaming no mundoDevice 
+102%+60% Chromecast
+60% +59% Xbox
+59% +34%Android TV
+29%+31% Amazon Alexa
+20%+20%Tablet 
+10%+15%Desktop 

Três tendências de curto prazo de Aurélien durante o período de isolamento:

  1. Globalmente, apostamos menos em nossos celulares e mais em devices domésticos. Provavelmente isso continuará a aumentar, especialmente nos mercados europeus;
  2. Após um declínio inicial no estágio de “choque”, os números de streams deverão começar a aumentar novamente. Possivelmente ainda levará algum tempo para voltarmos aos níveis pré-crise;
  3. Playlists e podcasts de diversos temas continuarão crescendo, à medida que ajudam na nossa vida cotidiana em ambientes fechados. Assuntos como culinária, cultura e condicionamento físico devem se tornar ainda mais relevantes.

Se você está procurando playlists, podcasts e conteúdo de rádio criados especificamente para a sua vida durante a quarentena, confira o canal “Vida em Casa”. Para aqueles que ainda não são usuários, a Deezer está oferecendo 3 meses grátis para todos novos usuários em seus planos Premium, Family,  Student e HiFi. 

* O crescimento de  391% da playlist “Work From Home” ocorreu entre 13 a 16 de março de 2020

Sobre a Deezer

A Deezer conecta 16 milhões de fãs de música ativos mensalmente de todo o mundo com mais de 56 milhões de faixas. Disponível em 180 países em todo o mundo, a Deezer dá acesso imediato ao mais diverso catálogo de streaming de música em qualquer dispositivo. A Deezer é o único serviço de streaming de música com Flow, uma trilha sonora personalizada com suas músicas mais queridas e novas recomendações baseadas em dados algoritmos e nas sugestões dos nossos editores de música. Baseado em um algoritmo proprietário intuitivo e criado por pessoas que amam música, é o único lugar para ouvir as suas músicas em uma trilha sonora ilimitada com novas descobertas sob medida para você. Deezer está disponível no seu dispositivo preferido, incluindo smartphone, tablet, PC, laptop, sistema de home sound, sistema de áudio multimídia em carros, Smart TV ou console de videogames.

Fazendo a música acontecer desde 2007, a Deezer é uma empresa de capital fechado, com sede em Paris e escritórios em São Paulo, Londres, Berlin, Miami, Dubai e em outros lugares do mundo. Deezer está disponível com download gratuito para iPhone, iPad, Android e Windows ou na web em deezer.com

Comments are closed.

Blog Comments

[…] Um levantamento do serviço de streaming de músicas Deezer, publicado em março, mostra que em vez do habitual horário de pico das 7h, o mundo agora dá o play em suas faixas preferidas entre 9h e 10h – assim como os natalenses. O estudo também aponta que a sexta-feira perdeu a liderança como dia da semana com maior reprodução de músicas e outros conteúdos. “Agora, pela primeira vez, todos os dias se comportam iguais”. Podcasts, playlists que ajudam a entreter as crianças, a fazer atividades físicas ou que refletem o humor do dia também têm ganhado cada vez mais a preferência do público em quarentena, segundo a plataforma. […]

Related Posts

Posted by polyana | 09 October 2020
Para quem ainda não é usuário, a Deezer está oferecendo 3 meses grátis – inclusive, no plano Família Que tal...
Posted by barbora | 08 October 2020
2020’s new generation of Indie and Alternative artists reimagine iconic tracks in their own style Deezer has today announced details...
Posted by polyana | 07 October 2020
O convidado do Pop Story desta semana falou sobre carreira, relacionamentos e revelou que durante a quarentena já compôs mais...